cab desportos motorizados

É verdade, a Red Bull não está a conseguir testar o carro desta temporada devido a problemas de motor, e esperam-se tempos negros para os lados da formação austríaca, que tem dominado nos últimos anos a F1.

Os motores Mercedes parecem estar melhor preparados à nova realidade do que os restantes, estando a própria Mercedes e a Williams, um saudoso regresso ao pelotão da frente, a ser as melhores equipas nesta pré-temporada. De facto, e apesar de os testes não serem totalmente conclusivos, parece que vamos ter os motores alemães que equipam as duas equipas já citadas, a McLaren e a Force India, a dominar o princípio da temporada.

Anúncio Publicitário

É uma grande novidade, que só pode ser vista com bons olhos, pois o domínio da Red Bull era por demais evidente e, com os novos regulamentos, vai existir mais diversidade de equipas a poder lutar por vitórias nas provas, algo muito positivo.

Num plano intermédio estão os motores da Ferrari. A scuderia fornece motores às equipas Sauber e Marussia, além de à sua própria equipa, e pode dizer-se que estão num plano intermédio quando comparados com a Mercedes e Renault. Esta é uma temporada muito importante para a Ferrari, que vai contar com Alonso e Räikkönen. Os italianos querem regressar ao topo da modalidade, e este ano zero para todas as equipas é visto com grande interesse, visto que todos vão partir para algo novo, anulando assim as vantagens que existiam anteriormente.

A Martini regressa esta ano à F1 com a equipa Williams.

(Vejam a decoração da marca: http://autosport.pt/williams-martini-racing-revela-decoracao-para-2014=f119100)

Apesar de tudo, os motores Renault não são só problemas. A Caterhan tem conseguido rodar com o carro e tem evoluído em relação aos últimos tempos, algo não muito difícil, é certo. O problema tem sido as restantes três equipas: além da já citada Red Bull, a Renault equipa ainda a Torro Rosso e a Lotus. Estas equipas vão ter a vida muito difícil e não é de esperar grandes resultados na Austrália, estando mesmo no ar a dúvida sobre se os monolugares vão conseguir aguentar toda a corrida.

Dia 16 abre a nova temporada na Austrália, como habitual, e esperam-se muitas mudanças em relação ao passado recente. As mudanças nos regulamentos estão, para já, a surtir efeito.