cab desportos motorizados

Quarta corrida do campeonato e terceira vitória de Hamilton no Mundial de 2015 de F1. O inglês parece que vai lançado para a revalidação do título, o que, a acontecer, será o seu terceiro.

Numa corrida em que esteve sempre à frente, a animação foi mais pelo segundo lugar, apesar de este parecer estar sempre controlado por Rosberg; no entanto, o alemão, à entrada da última volta, não conseguiu aguentar a pressão de Raikkonen e perdeu a oportunidade de dar a dobradinha à Mercedes.

A Ferrari é que está cada vez mais forte e já se pode dizer, sem qualquer dúvida, que é a segunda força da F1 atual. A vitória de Vettel na Malásia e os vários pódios conquistados até agora mostram que o cavalo rompante está de volta e em força. A tendência é a de os italianos melhorarem, o que só pode ser positivo para a modalidade, quer pela competitividade quer pelo facto de a Ferrari ser a equipa mais acarinhada da modalidade, ou não fosse a única que fez todas as provas dela.

Lewis Hamilton caminha a passos largos para o título Fonte: Facebook de Lewis Hamilton
Lewis Hamilton caminha a passos largos para o título
Fonte: Facebook de Lewis Hamilton

Quem também parece estar a melhorar é a McLaren. Apesar de a equipa britânica ter ido para a prova apenas com um carro, visto Button não ter sequer começado a corrida, conseguiu um 11º lugar por Alonso. No entanto, ainda é muito prematuro falar no regresso em força da equipa, que este ano voltou a contar com os motores Honda, como se pode ver pelo caso do britânico, que teve um fim de semana para esquecer devido ao motor. De resto, McLarem e Manor são as duas únicas equipas ainda sem pontos no Mundial, algo expectável por todos, mas que não deixa de ser marcante no caso da McLarem; afinal é uma das históricas da categoria.

Anúncio Publicitário

A prova do Bahrein foi fraca, pelo menos na minha opinião, o que vem ao encontro do que têm sido os últimos anos da modalidade, com corridas mornas que mais parecem procissões e que, juntando a muitos outros fatores, alguns que já deixei aqui num outro artigo, fazem a categoria máxima dos desportos motorizados estar a perder muito do seu interesse.

Finalizo com uma coisa que talvez até seja estúpida, mas adorei ver as faíscas saírem dos carros sempre que estes arrastavam no chão. Uma coisa mais característica do passado, mas que me faz sempre lembrar espetáculo, mesmo que este não exista.

Foto de capa: Facebook de Lewis Hamilton