A CRÓNICA: UM JOGO TÍPICO ENTRE ELÉCTRICO FC E SL BENFICA 

A casa bem podia estar mais cheia para este grande jogo de futsal entre o campeão nacional, SL Benfica, e uma das equipas sensação desta época, o Eléctrico FC. Nem foi preciso esperar para se ver um golo: apenas 21 segundos! O cântaro só foi uma vez à fonte e partiu-se logo. Mas engane-se que daqui seria uma jogo fácil para os encarnados… Porque não foi. Ainda assim, de erro em erro se vai cedendo (parece que inventei um ditado). O segundo golo apareceu da mesma forma do primeiro e muito por inteligência de Robinho. Até ao fim do primeiro tempo, muito equilíbrio por parte das duas equipas e mantinha-se o 0-2 a favor dos encarnados.

O intervalo trouxe-nos um jogo ainda mais equilibrado e não podia estar melhor esta meia final entre lisboetas e alentejanos. Porém, a meio deste segundo tempo houve um contratempo para o Eléctrico. Rodriguinho até estava a ser dos melhores em campo, mas uma simulação e depois uma entrada desnecessária valeu-lhe uma saída mais cedo da quadra por acumulação de amarelos. Apostar no guarda-redes avançado pode dar dois cenários: muito bom onde se marca ou muito mau porque se sofre… O Eléctrico apostou e aconteceu a primeira opção, pois veio o terceiro golo encarnado por Rafael Hemni. Hemni ainda voltou ainda a marcar para fazer a última alteração no marcador (0-4) e os encarnados estão há 80 minutos sem sofrer golos nesta caminhada até à Final.

O Eléctrico FC acaba por cair na meia final pelo segundo ano consecutivo, mas de cabeça bem erguida frente ao campeão nacional em título e detentor da Taça da Liga, SL Benfica. Os encarnados vão defrontar o eterno rival, Sporting CP, no jogo decisivo e será a segunda final com um derbi lisboeta. Uma final que prometerá muita emoção, certamente.

A FIGURA

Fonte: FPF

André Sousa – Depois de ter de fazer de bombeiro de serviço no jogo anterior, penso que não fica nada mal atribuirmos novamente o prémio de melhor em campo. Esteve atento e não fosse algumas intervenções quando o jogo ainda estava em 2-0 e o Benfica poderia ter sofrido ainda mais… Agora fica a questão se será o guarda-redes da Final para os encarnados visto que ainda não há nada sobre a decisão de Roncaglio. Uma boa “dor de cabeça” para Joel Rocha.

O FORA DE JOGO

Fonte: FPF

Poucas opções do Eléctrico FC – A falta de Silvestre Ferreira e as poucas opções que estavam à disponibilidade de Kitó Ferreira não foram aspetos benéficos para a formação alentejana. Apostar sempre nos mesmos jogadores no cinco em campo ia demonstrando as debilidades que iam aparecendo na equipa. Ainda assim, vimos uma equipa muito equilibrada frente a um dos grandes do Futsal português.

ANÁLISE TÁTICA – ELÉCTRICO FC

A ausência de um jogador influente (Silvestre Ferreira) foi importante na maneira como Kitó Ferreira abordou este jogo. A aposta no mesmo cinco inicial, exceto a saída de Silvestre para a entrada de Wendell, era mais do que provável, apostando então na experiência do seu plantel. Era de esperar um Eléctrico muito pressionante caso sofresse um golo e surpresas podiam acontecer, como é normal entre jogos das duas equipas. Houve pouca aposta na rotatividade do cinco por parte de Kitó Ferreira e foi fatal para os erros começarem a aparecer.

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Diogo Basílio (7)

Renan Fuzo (5)

Bello (4)

Rodriguinho (5)

Wendell (5)

SUBS UTILIZADOS

Bruno Graça (6)

Henrique Vicente (5)

Milton Dias (5)

ANÁLISE TÁTICA – SL BENFICA

Apenas com um pivô em campo e com a ausência de Fernandinho, as opções atacantes estavam muito limitadas e o Benfica jogou muitas das vezes em 4×0. A esperança residiu muito na criatividade dos jogadores mais tecnicistas e nos muitos remates de longe. As jogadas mais trabalhadas com a ajuda de André Sousa como guarda-redes avançado eram a principal opção para chegar à baliza do Eléctrico FC. Os encarnados aproveitaram bem os erros defensivos devido à boa pressão feita à primeira linha de construção do Eléctrico. Há muito tempo que falta um pivô matador como em tempos teve o Benfica e, neste momento, não tem e precisa de o encontrar rapidamente.

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

André Sousa (8)

André Coelho (6)

Chaguinha (7)

Robinho (7)

Miguel Ângelo (5)

SUBS UTILIZADOS

Afonso Jesus (4)

Tiago Brito (6)

Bruno Coelho (4)

Rafael Hemni (7)

Fits (6)

Fernando Drasler (4)

Foto de Capa: SL Benfica 

Comentários