Anterior2 de 2Próximo

Porém, há dois fatores que podem jogar contra a organização portuguesa: a expansão do futsal em França ou na Holanda por parte da UEFA e a proximidade entre as duas cidades sede.

Os franceses participaram pela primeira vez em 2018 num Europeu e são possíveis anfitriões do Europeu 2022
Fonte: FFF

É certo e sabido que a UEFA pretende que o Futsal seja uma modalidade praticada em mais países por toda a Europa. E nada melhor do que organizar uma competição como esta para impulsionar as federações de França e da Holanda a investir mais no Futsal e a melhorar a modalidade a nível nacional. As duas seleções, que têm pouca expressão no Futsal, dão os primeiros passos nas provas europeias e os franceses até já alcançaram a fase final em 2018, na Eslovênia.

Devido ao aumento de equipas para 16, cada país tem de ter duas sedes durante a prova: Portugal com Lisboa e Porto, Holanda com Amesterdão e Groningen e a França com Lille e Orchies. Se tivermos em conta a proximidade das duas cidades sede, a França lidera, pois, Lille e Orchies estão separadas apenas por 26 Kms. Enquanto que as cidades holandesas por 181 Kms e as portuguesas por 312 Kms. Este pode ser um fator que pode pesar na hora da UEFA escolher o novo anfitrião.

Portugal organizou quatro competições da UEFA, sendo que a última foi o Europeu Feminino em 2019
Fonte: UEFA

Portugal tem um vasto currículo de participações, organizações e até um título europeu de Futsal e esta seria mais uma excelente oportunidade para Federação Portuguesa de Futebol (FPF) mostrar à Europa e, sobretudo, à UEFA toda a sua paixão pela modalidade. Certamente, teremos pavilhões cheios e uma grande envolvência entre os portugueses e todos os cidadãos das nações que participarem, tal como já aconteceu em outras ocasiões. Organizar a prova pode ser uma vantagem visto que com o forte apoio português nas bancadas pode ajudar a alcançar o segundo troféu de campeão da Europa.

A opinião está dada. Agora, resta saber o que a UEFA irá decidir como anfitriã do torneio. A 24 de setembro deste ano a decisão é anunciada a todos em Liubliana, capital da Eslovênia, onde se realizou o último Europeu. Com certeza, todos os portugueses estarão a torcer para que no final o nome de Portugal seja o escolhido para a organização do Europeu 2022.

Foto de Capa: UEFA

Anterior2 de 2Próximo

Comentários