Localizadas no Pacífico Sul, as Ilhas Fiji têm como imagem de marca as suas ilhas tropicais e o Rugby. Nesta modalidade, os fijianos representam uma das melhores seleções do mundo na variante Sevens e, no que ao Rugby de 15 diz respeito, ocupam a 11.ª posição do ranking mundial da World Rugby.

A partir de 1874, Fiji passou a estar sob a alçada da coroa britânica. Chegaram os ingleses e, pouco tempo depois, chegava também um desporto inglês, mais precisamente, o Rugby. Calcula-se que o jogo tenha aparecido no arquipélago em 1880. Na época, era praticado, maioritariamente, por expatriados e europeus. Mais tarde, em 1904, foi criada a primeira competição doméstica de clubes.

O Rugby ia-se desenvolvendo cada vez mais, até que, nove anos depois da criação de um torneio nacional, apareceu o primeiro clube formalmente organizado, de nome Pacific Club. O seu aparecimento deveu-se a um neozelandês, PJ Sheehan. Com o surgimento de clubes e competições, criou-se uma entidade organizadora do Rugby local, conhecida hoje como Fiji Rugby Union.

Apesar de ser uma modalidade muito importante nas Ilhas Fiji, o Rugby não fica imune aos problemas financeiros que se vive no país
Fonte: Fiji Rugby

Decorria o ano de 1924, quando a seleção nacional de Fiji realizou o seu primeiro test match. Defrontou Samoa, num jogo que, curiosamente, foi disputado às sete da manhã, de modo a que os samoanos pudessem ir trabalhar após a partida e os fijianos, por sua vez, seguissem viagem para Tonga. Os visitantes (Fiji) acabariam por vencer por 6-0.

Anúncio Publicitário

Terminada a contextualização histórica do desporto rei fijiano, conheçamos, agora, a realidade nacional e internacional do mesmo.