logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Tiago Pires | “Lutar, Lutar e lutar”: O lema de uma lenda das pranchas

Tiago Pires nasce em Lisboa, a 3 de março de 1980, no bairro de Alvalade. Desde jovem que Saca vivia entre os dias de aulas e de ajuda aos pais durante a semana e os de adrenalina e diversão aos fins de semana. Cedo se percebeu que tinha um especial fascínio pelas ondas clássicas, revelando apetência para domar os tubos da Ericeira, onde cresceu.

Mostrava que iria desenhar de forma geométrica um futuro promissor, esboço este que parecia descrever sobre o mar. A paixão foi crescendo e amadurecendo, com o então menino a evidenciar-se pela beleza do seu Surf.

A LUTA POR UM SONHO, QUE SE JULGAVA INALCANÇÁVEL

Com 13 anos, começa a trabalhar para o grande objetivo: uma inédita presença entre os melhores do mundo no WCT (World Men´s Championship Tour), uma espécie de liga dos campeões do desporto.

É com 14 anos que inicia o seu percurso, conquistando vários títulos nas categorias de Sub-13, Sub-14 e inclusivamente grandes classificações entre os escalões etários mais velhos, algo bem revelador de toda a sua qualidade fruto de horas de treino despendidas naqueles finais de semana épicos na sua Ericeira.

A PRIMEIRA CONQUISTA ENTRE PORTAS E O CONTATO COM JOSÉ SEABRA

Pelos 16 anos, conquista o seu primeiro troféu no circuito nacional, na praia de Super Tubos, em Peniche, tornando-se no mais jovem de sempre a levantar a prancha em competições portuguesas desta modalidade.

É neste mesmo ano, durante a realização da prova que o consagrou como um jovem fadado a voos maiores, que Saca conhece o mentor de toda a carreira, José Seabra. Juntos vão construindo as bases para arquitetar um projeto, que teria como meta colocar o lisboeta no WCT, algo inimaginável, dada a falta de tradição do país na variante.

A INTERNACIONALIZAÇÃO DE “SACA”

Em 1997, a “dupla maravilha” aposta na participação em certames internacionais, com Tiago a obter a vitória numa prova de bastante nomeada disputada em Hossegor, França, vencendo entre outros Dean Morrison, um grande nome das ondas a nível mundial.

No ano seguinte classifica-se no 2.º lugar nos campeonatos do mundo juniores, realizados em solo australiano, escrevendo assim mais uma página para a modalidade em termos nacionais.

O Diogo é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos. Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.

O Diogo é licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona do Porto. É desde cedo que descobre a sua vocação para opinar e relatar tudo o que se relaciona com o mundo do desporto. Foram muitas horas a ouvir as emissões desportivas na rádio e serões em família a comentar os últimos acontecimentos/eventos desportivos. Sonha poder um dia realizar comentário desportivo e ser uma lufada de ar fresco no jornalismo. Proatividade, curiosidade e espírito crítico são caraterísticas que o definem pessoal e profissionalmente.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA