Anterior1 de 3

Ainda que marcada pela interrupção de cinco meses devido à pandemia, esta época conseguiu ter de tudo. Um novo campeão de Grand Slam e das ATP Finals, um novo recorde de semanas consecutivas no TOP-10, vários estreantes no TOP-10 e muito mais.

Mas, primeiro, vamos começar pelo que não teve. Esta temporada não tivemos o prazer de ver um dos torneios mais emblemáticos do circuito, o torneio de Wimbledon. O torneio que estava marcado para o início de julho, em Inglaterra, optou por cancelar a sua edição de 2020. O facto de ter um seguro contra uma eventual pandemia no valor de £114M (127M€) poderá, ou não, ter tido algum peso na hora de tomar esta decisão.

Vimos, também, o número de Masters 1000 reduzido a apenas três torneios, Cincinnati, Roma e Paris. Francamente menos do que no ano passado, por exemplo, onde se disputaram nove torneios desta categoria.

Foto de Capa: ATP Tour

Anúncio Publicitário

Artigo redigido por José Maria Reis

Anterior1 de 3

Artigo anteriorSporting CP | José Alvalade, as saudades que eu já tenho!
Próximo artigoFC Porto na Taça: os destaques portistas com Toni à cabeça
O Zé Maria é neste momento estudante daquele que ele espera ser o último ano de Economia no ISCTE. Desde muito cedo que começou a praticar vários desportos exceto, ao contrário da regra geral, futebol porque chamar pé esquerdo ao seu pé direito é um elogio. Mais tarde percebeu que era com uma raquete de ténis na mão que mais gostava de passar o tempo e foi aí que começou a crescer a grande paixão que tem pelo ténis. Vê e acompanha muito desporto, mas o ténis e o futebol, sobretudo o seu Sporting, são a sua perdição.                                                                                                                                                 O José escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome