cab Volei

O projeto iniciou-se em 1998 pela Federação Portuguesa de Voleibol, e é do Gira-Volei de que falo hoje.

Esta iniciativa tem como base dar a conhecer aos mais pequenos a modalidade, das formas mais divertidas e básicas possíveis, em que se aplicam fundamentos teóricos e práticos aos poucos nas crianças, sempre com um nível pedagógico e lúdico apropriado.

Anúncio Publicitário

Centenas de centros que são suportados pelas associações locais e que contam com diversos apoios a nível de autarquias e outras entidades foram criados no país.

À parte o mini-voleibol federado, este projeto tem a parte lúdica em maior destaque, e procura, através dos encontros nacionais, juntar muitas crianças num conjunto de atividades que as motiva para ganhar gosto à modalidade.

 

Exemplo de um encontro de "Gira Volei" com diversos jogos em simultâneo. http://www.giravolei.com
Exemplo de um encontro de “Gira Volei” com diversos jogos em simultâneo
Fonte: giravolei.com

É já no próximo mês que se realiza o VII Encontro Nacional de Monitores de Gira-Volei, que terá como tema «Inovação e Evolução: o Gira-Praia» -, sendo este último um projeto mais recente da Federação, com o propósito de inovar na outra vertente do voleibol português: o voleibol de praia.
É de louvar o dinamismo destas atividades e a quantidade de crianças que adquirem o gosto pela modalidade, que trazem amigos que se juntam aos variados encontros na sua localidade e que usufruem das oportunidades dadas todos os anos para se juntarem com crianças do país inteiro em encontros nacionais.
O voleibol tem características muito peculiares no que se refere à técnica e aprendizagem, na medida em que um bom jogador de voleibol, na maior parte dos casos, é aquele que faz o percurso desportivo desde pequeno.

São muito poucas as crianças que, ao fazerem um ano inteiro de atividades no Gira-Volei, não ganham gosto para percorrer todo o percurso de um jogador federado, na maior parte dos casos.

Por outro lado, para aqueles que não prosseguem a carreira dita “Oficial”, a federação portuguesa de voleibol têm outro projeto denominado “Gira +”, o qual “vem dar continuidade ao nível II do Gira-Volei, permitindo que os atletas possam prosseguir a prática do Voleibol e assim aprender ou aperfeiçoar as técnicas utilizadas no nível II”, segundo a FPV; tenta também orientar os jovens praticantes no sentido de, eventualmente, integrarem futuros clubes.

Para quem quiser saber mais sobre este projeto de qualidade, basta consultar o site http://www.giravolei.com/, onde todas as informações estão disponíveis, especialmente para os pais que quiserem enquadrar os filhos no panorama desportivo, para que estes ganhem novas experiências, amizades e aventuras de que possam usufruir ao máximo.

Grupo de participantes (crianças e técnicos que são formados anualmente) num encontro nacional. http://www.giravolei.com
Grupo de participantes (crianças e técnicos que são formados anualmente) num encontro nacional
Fonte: giravolei.com

Afinal, de pequenino é que se torce o pepino, ou que se dá os primeiros passos para se ser um grande jogador.