Estamos cada vez mais perto do final do campeonato e da consequente abertura do mercado de transferências. Vai ser tempo de ‘arrumar a casa’, com algumas saídas já antevistas e a necessidade de reforçar algumas posições no plantel do Benfica.

No centro da defesa, as propostas por Lindelöf parecem ser vastas, e a sua saída cada vez mais inevitável. Que alternativas tem o clube da Luz para aquela posição? Analisando as opções existentes na equipa B, encontramos Kalaica e Rúben Dias. O croata tem boa capacidade técnica e de passe, e ainda coloca convenientemente os apoios no controlo da profundidade. Para além disso, é alto, o que acaba por ser benéfico nos lances aéreos. Tem algumas arestas por limar, mas pode evoluir e assumir o papel. No que diz respeito ao português, é um defesa mais ofensivo e gosta de transportar a bola; também é jovem, mas tem experiência nas camadas jovens das seleções e uma postura exímia, por ser capitão da equipa B. Mas há ainda a possibilidade de o SL Benfica proceder a uma contratação para reforçar a posição de defesa-central. E não esqueçamos Jardel!

Nélson Semedo é outro jogador com os olheiros dos tubarões apontados para si. Caso a sua saída se confirme, podemos procurar soluções dentro de casa. A mais viável parece-me ser Aurélio Buta. O defesa de 20 anos tem várias parecenças com Semedo, e tem evoluído exponencialmente, ao serviço da equipa B. É forte a atacar e dá profundidade ao flanco. Mais um jovem da formação com grande margem de progressão e possibilidade de subida à equipa principal.

Lindelof pode ser uma possível saída no Verão  Fonte: Facebook de Victor Lindelof
Lindelof pode ser uma possível saída no Verão
Fonte: Facebook de Victor Lindelof

Passando ao meio-campo, a necessidade de o reforçar com um 8 é inegável. Procurem-se soluções adequadas, por favor. Um 8! Um 8! Um 8!

No setor de ataque, a venda de Gonçalo Guedes ainda se afigura pouco proveitosa, a nível futebolístico. Diogo Gonçalves faz-me lembrar o antigo camisola 20. Por que não dar-lhe uma oportunidade na equipa A? Diogo é um extremo de raiz, mas tem sido adaptado à posição de segundo avançado. Essa adaptação tem dado bons frutos. O alentejano tem mostrado trabalho e a sua capacidade de remate é também evidente. Está na altura ideal para dar o salto, para não estagnar na II Liga.

Anúncio Publicitário

Pondo ainda em cima da mesa eventuais saídas do avançado Raúl Jiménez e do guarda-redes Ederson, as chegadas quase certas de Seferovic (vindo do Eintracht Frankfurt) e de André Moreira (vindo do Atlético de Madrid) asseguram, respetivamente, o reforço dessas posições. Gosto de ambas as contratações.

Mas o mundo do futebol é feito de voltas e reviravoltas, e tudo pode acontecer. Espero que os ‘encarnados’ reforcem as posições de que mais carecem, ‘piscando o olho’ à formação do Seixal, e contratando, se necessário.