Vários são os nomes na porta de saída com alguma mais valia financeira para o SL Benfica, entre eles Rafa, Odysseas Vlachodimos, Alex Grimaldo e Julian Weigl. A falha no acesso à Liga dos Campeões na temporada passada e a não garantia da qualificação para a edição deste ano fez soar os “alertas financeiros” da Luz.

A juntar a esta falta de encaixe financeiro, soma-se o investimento no plantel na época passada – cerca de 98,5 milhões de euros -, pelo que terá de haver saídas para equilibrar as contas. E o alemão é um dos jogadores mais falados nos últimos dias, inclusive pela imprensa britânica.

Anúncio Publicitário

De acordo com o jornal britânico The Telegraph, existe um possível interesse do Chelsea FC no médio alemão dos encarnados como alternativa a Declan Rice, inglês do West Ham United FC. Os Hammers pedem ao clube liderado por Roman Abramovich cerca de 80 milhões de euros, montante que o russo considera bastante elevado.

Como tal, surgiram várias alternativas “em cima da mesa”, entre elas Julian Weigl e Aurélien Tchouaméni, do AS Mónaco. Ainda, um fator importante para o interesse dos Blues em Weigl é o facto deste já ter trabalhado com o atual treinador do clube inglês, Thomas Tuchel, no Borussia Dortmund.

Segundo o Transfermarkt.pt, Julian Weigl tem um valor de mercado a rondar os 20 milhões de euros, montante pago pelo SL Benfica aos alemães em janeiro de 2020. Na época que terminou há poucos dias, o médio somou mais de 2.900 minutos, marcando apenas um golo – na Liga Europa, frente ao KKS Lech Poznan.

Julian Weigl tem estado em destaque pelo SL Benfica
Julian Weigl foi dos jogadores mais utilizados por Jesus esta temporada
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Com estes rumores, começa a crescer a dúvida no seio dos adeptos benfiquistas sobre quem vai ser o seu sucessor. Será necessário ir ao mercado ou existem opções dentro do plantel? A verdade é que existem escolhas para todos os gostos, em ambos os cenários.

Dentro do plantel das águias, encontramos dois jogadores que podem fazer a posição ‘6’ ocupada esta época por Weigl: Andreas Samaris e Gabriel. A verdade é que se um tem vários problemas físicos e falta de ritmo de jogo (Samaris), o brasileiro não tem a confiança total de Jorge Jesus e como tal também deve estar na porta de saída.

No entanto, a principal alternativa ao médio alemão pode ser Florentino Luís, um jogador da casa que esteve emprestado ao AS Mónaco durante a época passada e que se vai apresentar às ordens de Jorge Jesus no início da pré-época.

O internacional sub-21 fez apenas nove jogos pela formação de Niko Kovac, perdendo espaço para Tchouaméni, o jovem francês de grande valor que está integrado na Equipa do Ano da Liga Francesa e que venceu o prémio de melhor jogador jovem da competição, superando Camavinga (Rennes FC) e Caqueret (Olympique Lyonnais).

Ainda assim, espera-se que Jorge Jesus aposte no médio português, mas já fez saber junto de Luís Filipe Vieira que pretende reforçar o meio-campo encarnado com mais um ‘6’ e um ‘8’.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome