No plantel encarnado, tem havido vários jogadores em evidência, mas hoje destacamos Lucas Veríssimo. O central brasileiro tem estado em grande evidência na defensiva do SL Benfica e tem sido peça-chave para os bons resultados das águias.

As águias estão a fazer um arranque de época sensacional e, embora tenham sofrido mais do que deviam para levar de vencido o CD Tondela, registam apenas vitórias nesta temporada, com exceção do jogo da segunda mão da eliminatória para a Liga dos Campeões, frente ao PSV Eindhoven.

Voltando ao foco deste artigo: Lucas Veríssimo chegou a Lisboa em janeiro deste mesmo ano, disputou ainda a segunda metade da época passada, mas a paragem de verão parece ter feito bem ao brasileiro. É hoje um jogador mais completo e um central bem mais seguro do que aquele que era há uns meses atrás.

Talvez tenha sido o período de habituação a uma nova equipa, a um novo país, a um novo campeonato; talvez tenha sido um crescimento pessoal do jogador; ou talvez tenha sido apenas um período de paragem e de descanso que Lucas não tinha há um ano e meio – mas a verdade é que é hoje um jogador mais completo.

Anúncio Publicitário
Lucas Veríssimo tem estado em destaque neste arranque de temporada
Lucas Veríssimo tem estado em destaque neste arranque de temporada
Fonte: Carlos Siva/ Bola na Rede

Lucas Veríssimo chegou proveniente dos brasileiros do Santos FC, a troco de 6,5 milhões de euros. Não é uma jovem promessa, até porque já tem 26 anos, mas que tem muito para dar e melhorar, disso ninguém duvida, até porque o jogador tem demonstrado isso mesmo.

Veríssimo tem sido utilizado como central mais à direita num esquema tático de três defesas, sendo que os laterais têm como função jogar pela ala toda. Com Otamendi e Vertonghen/Morato como parceiros da defesa, com Lucas Veríssimo em campo, o SL Benfica sofreu apenas dois golos em sete jogos disputados nesta temporada .

O defesa central canarinho apresentou ainda uma grande evolução em sair a jogar com bola controlada sendo que é, com toda a certeza, o melhor tecnicamente entre os centrais encarnados.

A técnica aliada às visão de jogo e qualidade de passe são caraterísticas muito abonatórias num defesa central, quando este tem a capacidade de sair a jogar ao invés de “despejar” bola na frente, tal como acontece com Veríssimo.

O zagueiro está a ter um arranque de temporada fantástico e tem ainda muito para dar, sobretudo se continuar a crescer como tem acontecido. Jorge Jesus, o mestre da tática, deverá ter muitas “culpas” no cartório!

Na temporada conta já com dois golos e uma assistência em sete jogos de vermelho e branco, sendo que registou estes mesmos números em apenas três jogos, algo que não é nada normal para um defesa central e que deixa água na boca dos adeptos encarnados.

Artigo revisto por Andreia Custódio

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome