Em relação aos empréstimos de Rafa, João Carvalho, Zivkovic e Lisandro Lopez, acho que se conseguiria resolver internamente sem ir ao mercado: Kalaica em substituição de Lisandro; Chris Willock por Rafa; Martin Chrien ou Keaton Parks, mesmo sendo de uma posição diferente, por João Carvalho; e ainda a substituição de Gedson Fernandes por Zivkovic, pouco alteraria a qualidade da equipa e aumentaria, exponencialmente, a aposta na formação sem aumentar os custos. De uma forma simples, o Benfica arrumaria a casa, que bem precisa.

Gabriel Barbosa é um dos jogadores que não está a justificar Fonte: SL Benfica
Gabriel Barbosa é um dos jogadores que não está a justificar
Fonte: SL Benfica

Em relação às retificações do mercado de verão, refiro-me a Gabriel Barbosa e Douglas. Nenhum deles, até à data, mostrou ter condições para integrar a equipa e não é por falta de oportunidades. A meu ver é por falta de trabalho e sacrífico e já que é para apostar na formação e reduzir despesas, até porque estes dois jogadores não devem receber tão pouco assim, penso que seria de equacionar acabar com estes dois empréstimos e devolvê-los à casa de partida, valorizando assim jogadores do Benfica, como o Heriberto Tavares e o Alex Pinto, ambos jovens com muita qualidade e com prestações muito boas na equipa B, e que poderiam iniciar os primeiros passos no plantel principal. Há que engordar a galinha dos ovos de ouro que é o seixal.

Tendo sempre em linha de conta aqueles que são os seus objetivos principais, equilíbrio das contas e aposta na formação, o Benfica tem que ser certeiro neste mercado de inverno pois não há muito mais margem para contemplações e devaneios. Confiemos no nosso presidente, não nos podemos esquecer que foi com ele que fomos bi, que fomos tri e que somos tetracampeões.