É uma das maiores jóias da formação do Sport Lisboa e Benfica e finalmente acertou um contrato com os encarnados, válido por cinco temporadas. Falo de Ronaldo Camará, uma das maiores promessas do Seixal.

Ronaldo Camará estava afastado das competições desde janeiro deste ano por se recusar a renovar o vínculo que o ligava aos encarnados, mas, nos últimos dias, acabou mesmo por acertar os termos do contrato e será reintegrado nos trabalhos da equipa secundária das águias. Contudo, terá de recuperar a forma física – poderá levar algumas semanas até que volte a ter o ritmo competitivo necessário.

Natural da Guiné-Bissau, Ronaldo Camará é internacional pelas seleções jovens portuguesas, pelo que possui dupla nacionalidade. Médio ofensivo de origem, Camará iniciou a sua formação nas escolas do Sporting CP, mas mudou-se para o SL Benfica nos sub-15, tendo percorrido os escalões dos encarnados desde então.

Tem nome de craque e qualidade de sobra! Ronaldo Camará tem um talento impressionante e uma visão de jogo muito acima da média. A forma como recebe a bola, sempre orientada para servir os seus colegas de equipa, é soberba. É capaz de colocar a bola à mercê dos seus companheiros com imensa facilidade e, quando não há espaços, ele inventa-os. A juntar a tudo isto, é ainda muito capaz de jogar sob pressão e é bastante bom a fazer passes para o espaço entrelinhas.

Anúncio Publicitário

A qualidade técnica é um dos seus maiores atributos, mas a maturidade com que trata a bola com os seus 18 anos é algo fora do normal. Talvez seja por essa mesma razão que, ainda com idade de júnior, jogava pela equipa B do Sport Lisboa e Benfica.

Camará também é exímio na arte de driblar. É capaz de contornar os adversários sem qualquer esforço acrescido, quase como se levitasse sobre a relva. Por ser ambidestro, dificulta, em muito, a função dos seus adversários, confundindo-os com o seu drible.

Uma das poucas lacunas no jogo de Ronaldo Camará é a falta de golo, algo que, ainda que não seja obrigatório na sua função, é um extra. A falta de golo não se deve ao facto de ser mau finalizador, mas sim ao de Camará gostar de servir os colegas com os seus passes fatais. Contudo, trabalhando mais a finalização, tem um potencial brutal.

Depois de bastante tempo afastado da competição devido aos motivos supramencionados, Ronaldo Camará poderá almejar chegar à equipa principal, devendo, para isso, mostrar serviço nos treinos e na equipa secundária das águias, de forma a merecer uma convocatória da parte do técnico da equipa principal, Jorge Jesus. Qualidade não lhe falta, pelo que se espera que, mais tarde ou mais cedo, o talento e o empenho sejam reconhecidos e lhe valham a chamada à equipa A.

Artigo revisto por Andreia Custódio

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome