A BALIZA

Helton Leite relegou Vlachodimos para o banco do SL Benfica
Helton Leite tem sido decisivo no controlo da profundidade
Sebastião Rôxo/ Bola na Rede

Uma das grandes alterações em toda a equipa e que motivou maior cobertura mediática foi, sem dúvida, a troca de guarda-redes. O até então crónico titular na baliza encarnada, Odysseas Vlachodimos, foi afastado do onze titular e deu lugar a Helton Leite. O ex-Boavista FC, de 30 anos, tem uma estatura física e uma experiência que Vlachodimos não tem e Jorge Jesus teve isso em conta.

Além disto, Helton Leite joga praticamente como um guarda-redes líbero, ou seja, deixa a baliza para trás e joga no limite da grande área para ajudar na construção de jogo. O “à vontade” em jogar com os pés deu-lhe bastantes pontos e foi um dos principais pontos na escolha do técnico português.

A verdade é que Helton Leite não sofre golos para a Primeira Liga há 680 minutos – cerca de sete jogos e meio. Com este registo, o guardião entra para uma lista restrita de guarda-redes que conseguiram manter a baliza “a zeros” durante tanto tempo ao serviço das “águias”, sendo que entre eles se encontram Manuel Bento, Robert Enke, Ederson Moraes e Silvino Louro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome