logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sem derrotas. SL Benfica jogadores 13 Paris Bola na Rede TV

Da cidade das luzes à Luz em busca da luz primeira | SL Benfica x Paris Saint-Germain FC

Benfica

Liga dos Campeões, 3.ª jornada: terça-feira, 20:00, 5 de outubro de 2022

A ANTEVISÃO: LISBOA VS PARIS EM DUELO DE CAPITAL IMPORTÂNCIA

Aposta agora até 50€ através deste link no SL Benfica x PSG sem risco!

Partilham a liderança do grupo H da Liga dos Campeões. Partilham a vontade de vencer a partida desta quarta-feira para começar a selar a passagem à fase a eliminar da prova milionária. Partilham a presença de portugueses no onze habitual. Não partilham muito mais. Não partilham o peso da história (que cabe ao Sport Lisboa e Benfica), não partilham o peso do presente (que cabe ao Paris Saint-Germain). Também não partilham o poderio financeiro.

Posto isto, há pontos de equilíbrio e de desequilíbrio entre os lisboetas e os parisienses. Quais terão mais peso na partida da terceira jornada da Liga dos Campeões, no Estádio da Luz, é uma questão a ser respondida nos 90 minutos mais descontos que se iniciarão às 20 horas desta quarta-feira.

É sempre difícil prever o resultado, mas é igualmente difícil perspetivar um bom resultado para as águias. Ainda assim, talvez seja sensato olhar para alguns dos dados histórico-estatísticos que lançam o sétimo encontro entre dois clubes de duas emblemáticas capitais europeias.

10 DADOS RÁPIDOS

  1. O SL Benfica venceu três encontros frente ao PSG e somou ainda um empate, num total de seis confrontos diretos.
  2. Os encarnados venceram as três receções aos parisienses (e estiveram a perder em duas delas). Assim, o PSG procura não sair derrotado da Luz pela primeira vez.
  3. Em cinco dos seis confrontos diretos houve golos de ambas as partes. Apenas na derrota benfiquista por 3-0 em Paris houve um zero no marcador (este foi mesmo o resultado mais desnivelado).
  4. Em termos de golos, tudo equilibrado: nove tentos para cada clube nos seis jogos entre si.
  5. Esta temporada, PSG e SL Benfica somam apenas um empate como resultado negativo. Os franceses venceram 11 dos seus 12 jogos; as águias venceram 13 dos 14 que disputaram.
  6. Os encarnados levam seis golos concedidos esta época, enquanto os parisienses sofreram sete. Ofensivamente, muita produção de parte a parte: 35 golos marcados pelo SL Benfica e 37 pelo PSG.
  7. A média de posse de bola dos franceses na Liga Francesa é de 60,4%, mas desce para os 56,7% nos jogos de Liga dos Campeões. O SL Benfica tem uma pose de bola média de 68,9% na Liga Portuguesa e de 56,1% na Liga dos Campeões.
  8. Em média, os encarnados têm um acerto de passe de 86,2%, o que contrasta com os 90,6% do PSG.
  9. O SL Benfica tem mais remates por jogo do que o PSG (18,4 contra 16,5), mas tem menos remates à baliza por partida (seis contra 7,6).
  10. Os franceses têm mais golos do que as águias em “open play” (17 contra 14) e em contra-ataque (cinco contra um).

JOGADORES A TER EM CONTA

Rafa Silva SL Benfica
Fonte: Carlos Silva/ Bola na Rede

Rafa (SL Benfica) – SL Benfica sem Rafa fica difícil. SL Benfica com Rafa, mas Rafa sem bola, também não fica fácil. SL Benfica com Rafa e Rafa com bola torna tudo mais fácil. Perante o difícil que será fazer frente a este PSG, será importante tornar fácil tudo quanto se possa. Será, então, vital para os encarnados que Rafa esteja em campo e se faça notar (um pouco ao contrário do que sucedeu em Guimarães).

A coesão defensiva, a batalha do meio-campo e a eficácia no ataque são essenciais e, nesta partida, o coletivo ganha ainda mais preponderância. Mas no nunca dispensável plano individual, Rafa Silva tem tudo para ser a principal mais-valia das águias.

Messi (Paris SG) Momentos de forma, forma física, capacidade atlética, adaptação ao futebol fora de Espanha… já muita coisa foi atirada ao ar em relação à passagem de Messi pelo Paris Saint-Germain, tentando justificar uma queda de rendimento. O ano passado notou-se essa queda (não esquecendo que o rendimento do argentino era um absurdo), mas a verdade é que leva, este ano civil, 20 golos e 22 assistências em 36 jogos.

Ou seja, um “mau” Messi tem participação direta em 42 golos em 36 partidas. Para “mau”, não está nada mau… O papai Neymar tem estado on, Mbappé também e aquisições como Vitinha (joga pouco o moço, joga) têm mostrado valor. Ainda assim, com Messi em campo será sempre com as letras do apelido do maior marcador da seleção Argentina que se escreve a palavra “perigo”.

XI´S PROVÁVEIS

SL Benfica: Vlachodimos; Bah, Otamendi, António Silva, Grimaldo; Florentino, Enzo Fernández, Aursnes, Rafa, David Neres; Ramos.

Treinador: Roger Schmidt

«Temos de ser irrepreensíveis. Temos de ser muito bons em termos de equilíbrio tático. Precisamos de jogadores à volta da bola para se apoiarem, isso para mim é uma das chaves. Esta temporada já demonstrámos que sabemos jogar futebol ofensivo, mas também conseguimos ter uma defesa segura, não temos sofridos muitos golos».

 

Paris SG:  Donnarumma; Hakimi, Sergio Ramos, Marquinhos, Kimpembe, Nuno Mendes; Verratti, Vitinha; Messi, Mbappé, Neymar.

Treinador: Christophe Gaultier

«A chave do jogo vai estar na capacidade de jogar sob pressão. Teremos uma equipa que nos vai pressionar, está no ADN deles, mas também do treinador. Quando tivermos oportunidades, teremos que ser muito eficazes».

 

PREVISÃO DO RESULTADO: SL Benfica 1-3 Paris Saint-Germain FC

O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.

O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA