– Passes curtos –

BnR: Qual é para ti o melhor momento da tua carreira?

DM: A primeira vez que fui internacional.

BnR: Um estádio?

DM: Estádio da Luz.

Anúncio Publicitário

BnR: Qual foi o melhor jogador com quem jogaste?

DM: Fácil: Chalana. O maior elogio que lhe posso fazer é que, quando eu estava à rasca, dava a bola ao Chalana.

BnR: Um guarda-redes?

DM: De longe, o Bento.

BnR: Um defesa?

DM: O melhor defesa central que eu vi na minha carreira foi o Mozer. Nunca tinha visto um jogador com todas as valências que um defesa central deve ter e até mais que isso. Eram um jogador soberbo, nunca vi um jogador como ele.

BnR: Um médio?

DM: Mais defensivo Shéu e mais ofensivo Carlos Manuel.

BnR: Um avançado?

DM: Nené. Era um finalizador nato.

BnR: Um golo?

DM: O segundo golo ao Sporting na Taça de Portugal. Mas também o golo ao Liverpool em Anfield, driblo o jogador quase na linha de fundo, depois ameaço que vou cruzar com o pé esquerdo, o Grobbelaar sai da baliza e eu meto a bola direta na baliza. Ainda por cima foi do lado da Kop.