logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Portugal 2-1 Escócia: Portuguesas fizeram ainda mais história

Cabeçalho Seleção NacionalO dia 23 de julho de 2017 vai ficar para sempre marcado na história do futebol feminino português. A primeira vitória em provas internacionais é sempre um fator relevante e a prova de que estamos a evoluir. Num grupo com duas das melhores seleções europeias, cumprimos a nossa obrigação, ganhar à equipa teoricamente mais acessível, mesmo tendo um ranking superior ao nosso.

Portugal até entrou bem no jogo, mas na altura em que inaugurou o marcador era a Escócia que estava por cima, tendo inclusive dois bons lances de golo. Aos 27 minutos Diana Silva leva a bola e cruza à entrada da área, Barsley, central escocesa, falha e Carolina Mendes com calma e só com a guarda redes pela frente faz o golo. O primeiro na história de Portugal.

Depois do golo Portugal passou para o comando do jogo, não deixando a Escócia fazer o seu jogo. Foram competentes e criaram alguns bons lances, apesar da finalização não ter sido a melhor. A entrada de Erin Cuthbert aos 64 minutos veio mudar um pouco o jogo, ameaçando a escocesa aos 66 e concretizando aos 68, após boa jogada com Weir.

As portuguesas não se foram abaixo e podiam marcar aos 70 minutos, por Carolina Mendes. A heroína do primeiro golo foi substituída depois deste lance (mas não como consequência de não ter marcado), entrando para o seu lugar Ana Leite, uma substituição de mestre de Francisco Neto.

O momento em que Carolina Mendes faz o primeiro golo Fonte: Euro 2017
O momento em que Carolina Mendes faz o primeiro golo
Fonte: Euro 2017

Praticamente um minuto depois de entrar a reforço do Sporting CP para a próxima temporada devolveu a liderança a Portugal. O lance começa com um pontapé de baliza de Patrícia Morais, toque de cabeça de Amanda que faz com que Ana Leite ‘só’ tenha de correr e bater a guardiã escocesa, isto depois de Ana Leite ter batido a central escocesa que falhou no primeiro golo.

Até ao final Portugal continuou por cima do jogo e criou até mais perigo que a Escócia. No entanto o lance de maior perigo foi para as escocesas quando aos 85 minutos Caroline Weir mandou uma bola à barra.

Vitória histórica de Portugal que garantiu assim os seus primeiros três pontos – e sejamos sinceros, provavelmente os únicos – que fazem ainda sonhar com o apuramento. Pela frente está a Inglaterra, que marcou 8 golos e não sofreu nenhum. Por incrível que pareça, os dois golos marcados hoje tornam a seleção portuguesa a segunda equipa com mais golos no europeu, em igualdade com outras seleções e apenas superadas pela próxima adversária. Destaque, ainda, para Diana Silva, que mesmo não tendo marcado foi uma verdadeira quebra-cabeças para a seleção escocesa.

Foto de Capa: Euro 2017

O Rodrigo adora desporto desde que se lembra de ser gente. Do Futebol às modalidades ditas amadoras são poucos os desportos de que não gosta. Ele escreve principalmente sobre modalidades, por considerar que merecem ter mais voz. Os Jogos Olímpicos, por ele, eram todos os anos.                                                                                                                                                 O Rodrigo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

O Rodrigo adora desporto desde que se lembra de ser gente. Do Futebol às modalidades ditas amadoras são poucos os desportos de que não gosta. Ele escreve principalmente sobre modalidades, por considerar que merecem ter mais voz. Os Jogos Olímpicos, por ele, eram todos os anos.                                                                                                                                                 O Rodrigo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA