SITE TEMPORÁRIO

26 de Janeiro, 2022

Até final, Cardozo reduziu através da conversão de uma grande penalidade, mas o FC Porto carimbava a passagem ao Jamor com nova festa na Luz.

As 5 meias-finais da Taça mais marcantes para o FC Porto

2.
Fonte: FC Porto

FC Porto 1-1 Sporting CP (5-4 nas grandes penalidades) (2005/06) – Eu avisei que não iríamos lembrar apenas um episódio do período longínquo onde os dragões superiorizavam-se aos leões. Aliás, período longínquo esse onde também vencíamos os desempates nas grandes penalidades. Recuperando o foco, o FC Porto recebia (desta vez no Dragão), o Sporting CP, clube ainda na ressaca da final europeia perdida em casa na época anterior.

Orientada pelo holandês Co Adriaanse, a formação da casa não conseguiu sair do 0-0 frente aos leões no tempo regulamentar. Mas, se faltaram golos nos 90 minutos, estes acabariam por surgir na meia hora de tempo extra (e em dose dupla): Liedson, antes de rumar a norte, inaugurou o marcador aos 108 minutos e, quando tudo aparentava estar resolvido, o sul-africano Benni McCarthy, aos 115 minutos, fixou o resultado em 1-1.

No desempate da marca dos 11 metros, exatamente no local onde ninguém pode vacilar, João Moutinho, também antes de rumar a norte, vacilou e “deu” o bilhete para o Jamor ao FC Porto