Chegar ao Jamor é, desde o início da temporada, um dos grandes objetivos que Sérgio Conceição espera atingir mas, para isso, é necessário desbloquear a eliminatória com o SC Braga já na primeira mão, que se joga na terça-feira, no Dragão.

O Estádio do Jamor é o estádio mais mítico do nosso país, uma espécie de Wembley português, e é um sonho para qualquer treinador no nosso país disputar aí a final da Taça de Portugal, a Prova Rainha em Portugal.

O FC Porto já venceu esta competição por 16 vezes e a 17ª só chegará ao museu se os dragões ultrapassarem, primeiramente, o SC Braga, adversário sorteado para as meias-finais. O SC Braga tem aumentado, nos últimos anos, a qualidade do seu plantel e luta, inclusivamente, pelo título este ano, apesar da derrota caseira frente ao Belenenses SAD, nesta jornada.

Os guerreiros do Minho jogam, habitualmente, num 4x4x2, com os maiores perigos a serem criados por Dyego Sousa, Sequeira, Ricardo Horta e João Novais. O avançado brasileiro é o segundo melhor marcador da Primeira Liga e é um finalizador nato. Possante e muito forte no jogo aéreo, o número 99 dos arsenalistas é a maior ameaça à baliza portista e a referência ofensiva do Braga.

Dyego Sousa é o expoente máximo do perigo que o SC Braga pode causar
Fonte: SC Braga
Anúncio Publicitário

O defesa português é bom a defender, mas a sua excelência está no cruzamento. Sequeira já leva seis assistências para golo e sempre que saem cruzamentos do pé do defesa, é certo que vão com conta, peso e medida para a cabeça de um dos avançados.

Ricardo Horta e João Novais são dois médios desequilibradores, embora de formas distintas. Se o primeiro explora os espaços e procura entrar na grande área para finalizar ou assistir, o segundo prima pelos remates de fora de área.

Do lado portista, Brahimi já somou minutos na vitória ante o Tondela e Marega já integrou os treinos dos azuis e brancos, pelo que o plantel deverá estar praticamente na máxima força para este encontro.

A eliminatória será disputada em duas partidas, com o FC Porto a receber o SC Braga em casa na primeira mão e jogar na Pedreira na segunda. De relembrar que este jogo é o primeiro de uma sequência de três jogos determinantes, que podem ditar o destino dos dragões em três competições distintas, mas cruciais para os homens de Sérgio Conceição.

 

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários