Anúncio Publicitário

4.

Felipe Anderson – Uma das sensações deste mercado de transferências, senão a mais sonante, chega diretamente da liga inglesa e custou 38 milhões de euros ao West Ham há cerca de dois anos atrás. Felipe Anderson é um autêntico craque e tem tudo para vingar em Portugal, bem como capacidade para ser o melhor jogador da liga. Não é tão deslumbrante como Corona no momento do drible, mas partilha uma característica fulcral com o mexicano – a noção de tempo e espaço.

Anúncio Publicitário

Felipe Anderson sabe quando tem que acelerar ou pausar o jogo, tem um QI futebolístico elevado, é um desconcertante com a bola nos pés, um exímio cobrador de bolas paradas (substituto da tarefa de Alex Telles) e adquire maturidade acima da média para encaixar nesta liga. O brasileiro de 27 anos tem também um remate forte e colocado, embora possa melhorar ainda a sua finalização.

Esta transferência deixou os adeptos surpreendidos, pois de todos os jogadores para determinadas posições que iam sendo referenciados aos azuis e brancos, um extremo talvez não fosse o mais urgente. Porém, é excelente neste caso poder contar com um jogador deste calibre, que tem futebol a mais para esta realidade.

Será um dos decisivos na Liga dos Campeões. Corona é o senhor e dono de uma das linhas, contudo, Luis Díaz estará muito possivelmente mais tapado na equipa, embora seja um diferenciador no momento da entrada.

Anúncio Publicitário