Anterior1 de 2Próximo

A época mais longa de que há memória acabou por coroar o FC Porto como novo campeão nacional. No entanto, desde que o primeiro lugar foi matematicamente assegurado pelos dragões, muito se tem questionado sobre se estávamos perante o pior campeão da década que findará este ano.

O demérito excessivo do Benfica, o elevado número de vitórias pela margem mínima de Sérgio Conceição, o pobre desempenho europeu do agora campeão nacional: tudo isto e muito mais surgiu, de certa forma, na tentativa de colocar um asterisco no troféu recém-conquistado.

De facto, houve uma perda de pontos anormal da equipa encarnada, assim como existiram várias e várias vitórias dos da Invicta por apenas um golo de diferença; a caminhada europeia também ficou algo aquém das expectativas. Mas farão estes fatores do FC Porto o pior campeão dos últimos dez anos? Neste artigo, trarei alguns números e dados que mostrarão um ponto de vista totalmente diferente.

Comecemos pelo início. “O título do FC Porto tem mais de demérito do Benfica do que de mérito do próprio FC Porto” – será verdade? Bom, é inegável que a segunda metade do campeonato não correu propriamente bem à turma então comandada por Bruno Lage: falamos, em boa verdade, da pior segunda volta do Benfica na década.

Todavia, há que olhar para a outra face da moeda: estamos a falar do mesmo Benfica que realizou a melhor primeira volta, em termos de aproveitamento pontual, dos últimos trinta e seis anos. Por falar em aproveitamento pontual, aliás, o emblema da Luz terminou a Liga com um aproveitamento de 75.5%, um registo superior, por exemplo, ao que o FC Porto apresentou em 16/17 (74.5%), época em que foi segundo colocado.

Anúncio Publicitário

Estes mesmos 75.5% de aproveitamento pontual seriam suficientes para garantir o título em três das últimas dez edições de campeonato.

Conclusão? Independentemente de todos os problemas, o Benfica esteve longe de fazer a pior campanha de um segundo classificado na década. Portanto, parece-me algo exagerado colocar todo o peso desta conquista sobre os ombros das águias.

O Benfica, apesar de ficar aquém das expectativas na segunda metade do campeonato, fez a melhor primeira volta dos últimos trinta e seis anos
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Tudo isto leva-nos à segunda parte da questão: há ou não há mérito do FC Porto? Naturalmente, não haverá nenhum campeão que o seja sem a sua dose de mérito. Mas, para não entrarmos no campo subjetivo, vamos ver o que nos diz o registo dos dragões.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários