fc porto cabeçalho

A venda de Rúben Neves expressa completamente o foco exclusivo da SAD do FC Porto nos objetivos a curto-prazo: ser campeão esta época e receber dinheiro. Acho que 17 ou 18 milhões serão algo irrisórios no espaço de 1 ou 2 temporadas. O FC Porto cometeu com Rúben Neves o mesmo erro que o SL Benfica cometeu com Bernardo Silva e por via disso é muito provável que dentro de 2 temporadas vejamos Rúben Neves ser vendido por 45 a 50 milhões com facilidade e fiquemos com aquele azedume na boca com que ficaram os benfiquistas neste mercado.

O azedume de ver que não demos o valor devido a uma pérola da formação. Todos nós sabemos que Neves não é Danilo mas também sabemos que, ao contrário de Neves, Danilo Pereira já atingiu o valor de mercado ideal para ser transferido. Aliás, Danilo Pereira está tão bem cotado que nos arriscamos a que algum clube antes do fim de mercado bata a cláusula de rescisão e aí ficamos sem os 2 médios defensivos do plantel.

Fonte: FC Porto
Fonte: FC Porto

Na minha opinião, a solução passaria por  vender Danilo Pereira. Com Danilo Pereira tínhamos realizado o máximo de dinheiro possível e tínhamos ficado com uma das maiores promessas na posição para valorizar e desenvolver. Neves é precoce em tudo e acredito que o seu crescimento seria exponencial num curto período de tempo, algo que faria com que não perdêssemos qualidade e apenas tivéssemos que ajustar o nosso modelo às suas características. Além disso, há no dragão inúmeros jogadores que garantiam o encaixe que RN garantiu, sendo Herrera um deles.

O que quero mesmo dizer é que Rúben Neves ser vendido foi um erro grave, que a sua venda reflete algo mais grave que é a irracionalidade da SAD e que dá mais uma machadada no renascer de uma equipa à PORTO e na valorização da formação. A formação e a mística da equipa são o futuro do FC Porto e um campeonato nacional não vale o futuro de um clube.

Anúncio Publicitário

Foto de Capa: Facebook oficial Rúben Neves

artigo revisto por: Ana Ferreira