1.

Victor Nelsson – De todos os nomes é sem dúvida o meu preferido. Apesar de ter começado a sua carreira como médio centro, foi convertido em defesa central na segunda época ao serviço do Nordsjaelland. Destacou-se pela positiva e convenceu o FC Copenhaga a pagar cerca de 3,5 milhões de euros pelo passe do jogador.

O central dinamarquês é forte fisicamente, possui 1,85m e é um exemplo perfeito do central moderno, estando perfeitamente confortável com a bola nos pés, aliando a boa capacidade técnica com a boa capacidade física.

Demonstra facilidade na construção e consegue tanto fazer passes a quebrar as linhas de pressão como também para os pés do avançado se for necessário, demonstrando sempre muita serenidade e confiança. Conta com 87% de passes certos e com 45% de eficácia no passe longo.

Anúncio Publicitário

Defensivamente demonstra ser muito competente em situações de um contra um, com o seu corpo sempre bem posicionado e orientado, com os apoios de forma correcta, mas possuindo também uma boa capacidade de reacção e de desarme.

No jogo aéreo possui cerca de 69% de duelos ganhos, revelando também alguma capacidade neste contexto, mas sobressai mais pela sua capacidade de antecipação, estando também bem preparado não só para a organização defensiva como para a transição defensiva.

Apesar disto, precisa de melhorar ainda o seu timing do desarme que por vezes é mal calculado, procurando a tentativa de desarme em situações que devia de temporizar e esperar. Está avaliado em 4,5 milhões de euros no Transfermarkt e terá certamente um futuro risonho pela frente e o Sporting CP poderia ser um bom passo.

Foto de Capa: Sporting CP