3.

Fonte: Sporting CP

Sporting CP vs Athletic Club Bilbao (Taça UEFA 1985/1986): numa peleja que se assemelhou a um Espanha vs Portugal uma vez que os onzes iniciais de cada formação não continham excedentários, foi mesmo a Inglaterra quem triunfou. Estranho, não? Passo a exercitar: à data, jogava-se a 3R da competição. Posto isso, Manuel Sarabia e Julio Salinas adiantaram e colocaram as suas cores com dupla vantagem. Porém, embora reduzidos a dez unidades por expulsão de Rui Jordão, Ralph Meade substituiu Manuel Fernandes e foi dono do tento solidário, mas essencial na corrida pela eliminatória. Alvalade voltava a ser palco de todas as decisões!

Sem o ímpeto de Jordão e na teoria, a missão era mais laboriosa do que se poderia pensar. Na prática, a conjugação de todos os fatores sorriu aos leões: Manuel Fernandes, o capitão, igualou a eliminatória ainda na primeira metade; na segunda, o emigrante e irrequieto Meade tranquilizou as dezenas de milhares de espetadores presentes e António Sousa fechou a contagem. Portugal aliou-se a um cruzado inglês e venceu sobre o eterno rival. Uma história que não se olvida e que merece ser contada de geração em geração. Ali, garantiu-se a passagem aos QF da Taça UEFA!

Comentários