sporting cp cabeçalho 2

Os departamentos de comunicação dos clubes de futebol são cada vez mais profissionalizados e cuidados nos seus desempenhos. Apesar de funcionarem com objetivos semelhantes, as estruturas utilizam estratégias bastante diferentes, um pouco condizentes, diga-se, com a tradição e história dos clubes.

Apesar de a guerra mais ríspida se notar entre Sporting Clube de Portugal e Sport Lisboa e Benfica, vou começar por um episódio recente entre os “leões” e o Futebol Clube do Porto. No mais recente clássico, disputado no último fim de semana de agosto. Os “dragões” alegam que foram prejudicados pela arbitragem, algo que não é partilhado pela esmagadora maioria da opinião pública. Durante e depois da partida, as contas oficiais dos dois clubes no twitter esgrimiram argumentos, com os dragões a partilharem imagens, “frames” de supostos erros de arbitragem no clássico, ao bom estilo do “paineleiro” Pedro Guerra. Tendo em conta a pessoa que os “azuis e brancos” estão a imitar, está tudo dito sobre a credibilidade dos argumentos. Já o Sporting, tendo ganhado, pôde responder com humor, tendo partilhado, por exemplo, uma imagem de Gelson Martins a festejar o golo da vitória. Ver o FC Porto a queixar-se de arbitragem é tão ridículo como um caloteiro acusar alguém de lhe dever dinheiro. Contudo, o Sporting até respondeu com alguma classe, não respondendo às acusações inúteis dos “azuis e brancos”. Nem sempre a resposta do Sporting CP é a mais adequada, mas desta vez podemos ficar satisfeitos com o resultado.

Já a luta com o SL Benfica atinge proporções estratosféricas, tanto pela rivalidade gigante entre os dois clubes da Segunda Circular, como pelas técnicas utilizadas pelos “encarnados” e a dualidade de critérios gritante da comunicação social no tratamento da informação relativa aos dois clubes. Sobre isto, existe tema para muita conversa.