logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sporting

Ataque – A prioridade do Sporting CP para 22/23

85 pontos, duas classificações diferentes. Na época 20/21, o Sporting CP sagrou-se campeão nacional após 19 anos, somando, ao longo das 34 jornadas, 85 pontos. Na mais recente época, 21/22, a formação leonina obteve a mesma pontuação, mas desta vez foi insuficiente para levantar a taça.

O conjunto comandado por Rúben Amorim foi superado por um FC Porto que poucas vezes errou ao longo de toda a edição da Liga Portugal. Sérgio Conceição teve provavelmente o melhor grupo de jogadores à sua disposição desde que chegou ao Olival, o que proporcionou o melhor futebol dos dragões dos últimos anos.

A grande diferença de uma para outra época é o número de jogos disputados. Em 20/21, os leões jogaram quase exclusivamente o campeonato. Nesta última, 21/22, alcançaram os oitavos de final da Liga dos Campeões e chegaram também às meias-finais da Taça de Portugal, duas competições a mais do que aquelas que disputaram na temporada anterior e que os acompanharam até bem tarde.

Foi uma época mais atarefada e de maior exigência. Como não é algo habitual para o clube, numa história recente, podemos ter assistido a um período de adaptação, e antevendo que na próxima edição, já com uma experiência acumulada, seja mais fácil lidar com o ritmo de estar presente em todas as competições.

Mas para que o clube consiga competir e estar presente em todas as frentes é preciso investir. E onde é que os investimentos são mais necessários?

 

Desde que se lembra que o Miguel joga à bola. Sentiu sempre uma ligação com a redondinha. Com 7 anos de idade começou a ir a Alvalade e desde então é raro falhar um jogo. Aos 13 iniciou a sua carreira no futebol federado. E para sua tristeza, há cerca de dois anos pendurou as botas. Mas não largou a maior paixão que tem na vida. Estuda jornalismo na ESCS e é por intermédio da comunicação que quer acompanhar o futebol daqui para a frente.

Desde que se lembra que o Miguel joga à bola. Sentiu sempre uma ligação com a redondinha. Com 7 anos de idade começou a ir a Alvalade e desde então é raro falhar um jogo. Aos 13 iniciou a sua carreira no futebol federado. E para sua tristeza, há cerca de dois anos pendurou as botas. Mas não largou a maior paixão que tem na vida. Estuda jornalismo na ESCS e é por intermédio da comunicação que quer acompanhar o futebol daqui para a frente.

FC PORTO vs CD TONDELA