sporting cp cabeçalho 2

Bas Dost é sinónimo de golos em Alvalade… muitos!

Desde que chegou à equipa verde-e-branca e começou a trabalhar com Jorge Jesus, o leão voador holandês nunca mais parou de facturar. Esteve algum tempo sem marcar e já se especulava que tinha perdido o jeito. Chegaram jogadores de renome mundial a Alvalade, como foi disso exemplo Doumbia, mas nem assim o matador holandês deixou de ser a figura máxima dos golos na equipa leonina.

Com a camisola verde-e-branca foram já 45 golos marcados em menos de uma época e meia e, no ano passado, esteve taco-a-taco com Lionel Messi na luta pela Bota de Ouro até ao final. É preciso recuar a 2011/2012 para ver um Bas Dost tão goleador como aquele que vemos agora em Alvalade e num campeonato que pouco tem a ver com o nosso, a nível de resultados finais da partida.

Este ano, seguramente que o melhor Bas Dost ainda está por chegar… actualmente tem uma média de um golo a cada 115 minutos, mas contra o Desportivo de Chaves foram três golos em 65 minutos, o que comprova que a qualquer momento o avançado holandês pode mudar esta média. Nem é só por um jogo fantástico que Bas Dost mostra tudo o que vale, nem é por dois, três ou até quatro jogos sem marcar que podemos afirmar que deixa de saber fazer aquilo que melhor sabe.

Anúncio Publicitário
O melhor amigo de Bas Dost para os golos tem sido o "pequeno" Daniel Podence, mas ainda agora se provou que tudo pode mudar e Battaglia poderá também sê-lo. Fonte: Sporting CP
O melhor amigo de Bas Dost para os golos tem sido o “pequeno” Daniel Podence, mas ainda agora se provou que tudo pode mudar e Battaglia poderá também sê-lo.
Fonte: Sporting CP

Um goleador vive de golos, mas vive essencialmente daquilo que a equipa consegue produzir para si. Jorge Jesus já mostrou esta época que tem várias tácticas a utilizar consoante o adversário. Aquelas que metem Podence a servir Bas Dost, são as que mais golos tem dado ao leão voador. Mas tudo pode mudar. Agora em Vila do Conde foi o improvável Battaglia a servir o ponta de lança.

E só a título comparativo, para aqueles que falaram da “seca de golos”, esta época em dez jogos para o campeonato, o goleador leva oito golos… o ano passado, pela mesma altura… levava seis (apesar de ter menos jogos realizados do que este ano). Não quero ter só o melhor marcador do campeonato. Quero ser o Campeão Nacional! E se para isso for necessário sacrificar a média de golos do internacional holandês… que assim seja!

Mas acredito que seja possível conciliar as duas coisas! E espero que no próximo jogo em Alvalade a música dos Thunderstruck toque novamente no sistema de som!

“NA, NA, NA, NA, NA… BAS DOST”

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal