sporting cp cabeçalho 2

Jorge Jesus

 O Sporting Clube de Portugal continua à procura de jogadores para reforçar a frente de ataque. Islam Slimani, Alan Ruiz, Daniel Podence e, eventualmente, Bryan Ruiz são as armas que Jorge Jesus tem neste momento, mas ainda é curto.

Como sabemos, JJ utiliza sempre dois avançados no seu esquema tático. Um deles costuma ser Slimani, um elemento mais combativo, que é o primeiro defesa da equipa quando esta não tem a bola, luta com os defesas nas bolas aéreas, e funciona como a grande referência atacante no momento dos cruzamentos ou dos lançamentos longos. O outro elemento joga ligeiramente mais recuado, mas também aproveita os espaços que Slimani deixa livres quando deriva para os flancos. É um jogador que também necessita de ter elevadas capacidades no momento da finalização. Tem, obrigatoriamente, de ser um atleta com uma leitura de jogo bastante acentuada e precisa de construir um bom entendimento com o argelino. Posto isto, é previsível que a dupla mais utilizada esta temporada seja Alan Ruiz – Slimani.

Contudo, com as saídas de Teo Gutiérrez e de Hernán Barcos para o futebol argentino, a acrescentar à lesão gravíssima do reforço lituano Lukas Spalvis, os “leões” ficam sem alternativas prontas a dar o seu contributo desde já. Bryan Ruiz é o jogador titular da ala esquerda do meio campo, enquanto Daniel Podence é um jovem que continua a ser trabalhado e a adaptar-se às ideias que Jorge Jesus tem definidas para o desempenho daquela posição, a de segundo avançado, em campo. Assim, o Sporting precisa de um ou dois avançados. Na minha opinião, o essencial é recrutar um jogador com as características de Slimani, porque não existe nenhuma alternativa e o argelino ainda pode sair. Em janeiro vai estar mesmo ausente durante um mês, na CAN. Se também vier um jogador para lutar pela titularidade com Alan Ruiz, melhor. Podence poderá assim continuar a aprender, sem a pressão de poder ter de resolver jogos no imediato.

Anúncio Publicitário