sporting cp cabeçalho 2

Jorge Fernando Pinheiro de Jesus é um treinador a que todos reconhecem qualidades e defeitos e uma personalidade ímpar. É um líder que ou é “amado” ou é “odiado”. Não há meio termo no sentimento para com Jorge Jesus.

Outra coisa que normalmente o técnico não esconde é que tem “fetiches” com jogadores: para certas posições só tolera jogadores com certas características, o que tem tanto de bom, como de frustrante. Ora vejamos, para o Sporting Clube de Portugal tentou encontrar um jogador que fosse o “Luisão” dos Leões: falhou redondamente com Douglas que nunca se conseguiu afirmar.

Para as alas da defesa queria jogadores altos e raçudos com apostas em Schelotto e Zeegelaar a mostrarem-se também como actos “falhados”. Schelotto mostrou-se um pouco e renovou e a todos estranha esta dispensa agora no início da época.

Para o miolo do terreno, primeiro tentou Petrovic e depois Palhinha como “substitutos” de Sir William Carvalho. Ambos falharam, mas por motivos diferentes. Petrovic parecia ser um mero “tosco” alto e Palhinha talvez tenha sido traído pela sua juventude e inexperiência. E aparentemente pode ter sido um juízo demasiado cedo para ambos os jogadores.

Anúncio Publicitário

Radosav Petrovic, sérvio que na época passada não convenceu na primeira metade do campeonato em Alvalade e que teve uma passagem discreta no Rio Ave com treze aparições na primeira liga, parecia condenado à dispensa da equipa verde-e-branca. Mas qual fénix, renasceu das cinzas e parece ser o “Matic” que Jesus tanto procurou.

Radosav Petrovic parece ter ganho segunda vida em Alvalade. A solução só passa por ele: treinar como nunca para poder jogar. Fonte: Super Sporting
Radosav Petrovic parece ter ganho segunda vida em Alvalade. A solução só passa por ele: treinar como nunca para poder jogar.
Fonte: Super Sporting

Para trás do ponta de lança, JJ já tentou vários em Alvalade, não tendo nenhum ainda “explodido” verdadeiramente com Téo Gutiérrez a ser o primeiro e Alan Ruiz a seguir as pisadas e ambos, embora com qualidade, a não caírem verdadeiramente no goto dos adeptos. Doumbia será agora o senhor que se segue a tentar ser o “fetiche” de Jesus.

De uma coisa Jorge Jesus não se pode queixar nesta época, tudo o que ele tem pedido ou pretendido para este ano, o Sporting tem tentado dar-lhe (dentro da “realidade” que é esta loucura do mundo do futebol).

Vamos esperar que estes fetiches sejam suficientes para fazerem Jorge Jesus e os adeptos irem para o Marquês festejar!

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal