logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

UEFA Futsal Cup – Dia 3: Empate que sabe a ouro para o Sporting

Cabeçalho modalidadesOdivelas vestiu-se de verde e branco para o grande jogo entre Dínamo e Sporting da última jornada do Grupo D da Ronda de Elite.

O Dínamo entrou mais esclarecido em campo, enquanto que o Sporting estava algo mais nervoso; mas foram os leões, aos seis minutos, que abriram o marcador num grande remate de João Matos após reposição de bola de Deo. 1-0 em Odivelas e um apoio ainda mais forte do que aquele que já havia.

Três minutos depois Cirilo, numa boa jogada individual, empatou o jogo, num resultado que não se podia considerar injusto. As boas jogadas de lado a lado continuaram mas com algum ascendente do Dínamo, que chegou com alguma naturalidade à vantagem, após golo de Fukin. 

Foi com naturalidade que Nuno Dias pediu time out para definir a tática para o que restava da primeira parte e tentar acalmar os seus jogadores, aparentemente nervosos, talvez devido à excelente casa.

sporting-uefa-futsal-cup
Nuno Dias foi o maior obreiro da passagem
Fonte: Nuno Raimundo

O jogo depois do tempo técnico ficou sujo e feio, principalmente devido a Cirilo, capitão dos russos, que abusou das faltas e até do uso dos cotovelos, passando impune aos olhos dos árbitros só com conversas. Quanto ao jogo jogado, o Sporting passou a ter mais bola, como não podia deixar de ser, mas o Dínamo passou a ser mais efetivo nos seus processos ofensivos, com Marcão a evitar quatro golos e Gustavo, guarda-redes do Dínamo, apenas um.

 Ao intervalo, 2-1 para os russos, num resultado que se podia considerar justo e que estava longe de ser positivo para o Sporting.

Na segunda parte o Sporting entrou mais calmo e concentrado e isto refletia-se no jogo, nomeadamente com o golo do empate por Diogo após um canto, em mais uma demonstração do brilhantismo do trabalho feito nas bolas paradas por Nuno Dias e os seus pupilos.

A calma dos jogadores dos leões notava-se a toda a linha e o jogo era praticamente controlado pelo Sporting. O 2-3 chegou com toda a naturalidade do mundo, através de Cavinato, e o jogo prometia não ficar por aqui.

sporting-uefa-futsal-cup-dia-3-2016-golo
O golo que deu a passagem ao Sporting
Fonte: Nuno Raimundo

Muito fortes defensivamente e com um jogo ofensivo muito mais pensado, foi com alguma surpresa que Fernandinho fez o 3-3, num lance em que Marcão parece ter sido mal batido. Com o golo o Dínamo subiu a defesa e criou mais problemas ao Sporting na saída do meio-campo.

Com o Sporting com cinco faltas e a faltar três minutos para o jogo terminar, Alekberov pediu time out para preparar o guarda-redes avançado e procurar o golo que faltava para a qualificação para a final four.

O Sporting foi exímio na defesa 5-4 e não permitiu um único lance de perigo aos russos, que de cabeça totalmente perdida desataram à pancadaria a tudo e todos, numa cena muito lamentável e que tira todo o mérito que os russos pudessem ter no jogo.

O Rodrigo adora desporto desde que se lembra de ser gente. Do Futebol às modalidades ditas amadoras são poucos os desportos de que não gosta. Ele escreve principalmente sobre modalidades, por considerar que merecem ter mais voz. Os Jogos Olímpicos, por ele, eram todos os anos.                                                                                                                                                 O Rodrigo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

O Rodrigo adora desporto desde que se lembra de ser gente. Do Futebol às modalidades ditas amadoras são poucos os desportos de que não gosta. Ele escreve principalmente sobre modalidades, por considerar que merecem ter mais voz. Os Jogos Olímpicos, por ele, eram todos os anos.                                                                                                                                                 O Rodrigo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA