sporting cp cabeçalho 1

Em Julho de 2015, Teo Gutiérrez chegou a Portugal vindo do River Plate para ingressar na equipa principal do Sporting Clube de Portugal, depois da equipa leonina ter pago cerca de 3,4 milhões de euros pelo seu passe. A chegada de Jorge Jesus nesse mesmo verão abriu portas ao colombiano, ele que era um atleta referenciado pelo treinador português.

Apesar de ter sido o atleta mais caro nesse mercado de transferências, Teo foi também o reforço que melhor se adaptou ao futebol português e que conseguiu ser uma mais-valia para a equipa.

O historial que trazia da Argentina era impressionante, local onde foi campeão e onde ganhou três torneios sul americanos pelo River Plate. Para além disso, as suas qualidades e a importância que tinha na equipa argentina valeram-lhe a distinção de melhor jogador sul-americano do ano de 2014, ao mesmo tempo que era uma das grandes figuras da selecção colombiana que na altura contava com jogadores conhecidos do panorama europeu como Radamel Falcão, Jackson Martínez, Carlos Bacca ou James Rodríguez.

Teo foi importante na excelente campanha que o Sporting fez na temporada 2015/2016 Fonte: Facebook Oficial Sporting Clube de Portugal
Teo foi importante na excelente campanha que o Sporting fez na temporada 2015/2016
Fonte: Facebook Oficial Sporting Clube de Portugal

Desde logo titular, a dupla que fazia na frente com Islam Slimani dava, por norma, muitas dores de cabeça aos adversários. A sua entrada na equipa foi tão pacífica que quase parecia que ali jogava há muitos anos e, desde a sua saída, o Sporting nunca mais conseguiu encontrar uma referência para aquela zona do terreno como era o colombiano.

Anúncio Publicitário

Apesar de sabermos que trazia consigo o rótulo de jogador problemático, a verdade é que, para além das férias prolongadas que decidiu fazer durante a pausa natalícia e o forcing para a sua recente saída por empréstimo para o Rosario Central, o colombiano não deu quaisquer problemas de balneário e parecia, acima de tudo, ser um jogador bastante acarinhado pelos colegas.

Recentemente, surgiram notícias de que Teo podia estar de volta à equipa do Sporting. A meu ver, se essa for a vontade do jogador, seria um regresso muito interessante e que poderia voltar a dar frutos, numa altura em que Alan Ruiz tem ganho pontos na sua posição mas ainda é algo inconstante para aquilo que se pretende de um segundo avançado de uma equipa que quer lutar pelo título nacional.

O colombiano é, acima de tudo, alguém que sabe o que fazer com a bola e que encaixa na perfeição naquilo que é o esquema tático de Jorge Jesus. Enquanto cá esteve, realizou 32 partidas oficiais com a camisola verde e branca e marcou 15 golos, sendo que, possivelmente, o tento que nos ficou na cabeça foi aquele que resultou de um desvio ao remate de Carrillo que deu a Supertaça ao Sporting no primeiro jogo oficial da época contra o eterno rival.

A grande vantagem deste regresso prende-se com o facto de o jogador já conhecer a equipa, o treinador e o clube, pelo que o seu regresso necessitaria de pouco trabalho no que à adaptação diz respeito, e o Sporting ganhava um reforço de peso para a época 2017/2018.

Foto de Capa: Sporting CP

Artigo revisto por: Diana Martins