recordar é viver

Quem é?

Francisco Fortes Calvo, ou no mundo do futebol, Paco Fortes.

Nasceu a 4 de Janeiro de 1955 na cidade de Barcelona. Senhor do seu nariz, faria do futebol a sua vida. Depois de ter feito a formação no principal clube da sua cidade, seria promovido à equipa principal no ano de 1975. Ao serviço do emblema blaugrana conquistou uma Taça do Rei e uma Taça das Taças, ao lado de craques como Johan Cruyff, Neeskens e Hans Krankl, bem como de um futuro treinador que viria a defrontar várias vezes em Portugal: Marinho Peres.

Médio-ofensivo raçudo e de grande entrega ao jogo, somaria ainda uma internacionalização pela selecção espanhola, e passaria por outros clubes como o Espanyol e o Real Valladolid, até emigrar para o Algarve, decorria o Verão de 1984. Jogaria quatro anos ao serviço do clube da capital algarvia até que uma grave lesão o afastaria dos relvados, mas El Feo seria convidado a ser treinador do SC Farense para substituir o inglês Malcolm Alisson (treinador campeão pelo Sporting CP). E a partir daí o espanhol mudaria completamente a história do clube algarvio.

Anúncio Publicitário
Paco Fortes enquanto capitão do SC Farense Fonte: craquesnasombra.webnode.pt
Paco Fortes enquanto capitão do SC Farense
Fonte: craquesnasombra.webnode.pt

A partir do banco, Paco Fortes deixaria um legado no SC Farense e no futebol português, colocando o “baixinho” Estádio de São Luís na rota do futebol nacional. Deixaria o banco do emblema algarvio 10 anos depois e a insistência das suas filhas acabaram por impedi-lo de regressar a Espanha.

Três anos mais tarde regressaria ao emblema da capital algarvia, mas numa altura em que a crise financeira atingia o seu auge, este acabou por não conseguir salvar o SC Farense da despromoção. Passou ainda por outros clubes de divisões inferiores como o União de Lamas, o Imortal de Albufeira e o Pinhalnovense e teve ainda uma curta experiência no Raja Casablanca até se retirar de vez dos relvados em 2008.