6h Monza: Cinco líderes diferentes, mas vence a Toyota | WEC

    modalidades cabeçalho

    O Toyota #7 trouxe de volta a vitória à equipa japonesa e foram seguidos pelo Ferrari #50 e pela surpresa do dia, o Peugeot #93. Na classe dos LMP2, venceu o JOTA #28, seguido do Alpine #36 e no terceiro lugar terminou o Team WRT #41. Finalmente, nos GTE AM, terminou na primeira posição o Dempsey Proton Racing #77. Em segundo ficou o Iron Lynx #60 e em terceiro o GR Racing #86. Com o término desta corrida, a Corvette tornou-se campeã da classe GTE AM. Destacamos os momentos marcantes destas seis horas de corrida.

    PEUGEOT NO PÓDIO

    Um ano depois de se estrearem na WEC, a equipa francesa conseguiu liderar a corrida por momentos e terminou mesmo dentro do pódio. Um momento há muito esperado e que, ao longo desta temporada, parecia promissor. Ainda houve uns problemas para o #94, mas nada que assustasse o carro irmão. São boas notícias que a Peugeot já precisava há muito.

    AZAR PARA O TOYOTA #8

    Começou de uma posição menos normal para o #8 e logo no início da corrida, foi fazendo asneira. A começar pelo toque no Ferrari #51 que virou Giovinazzi para o lado contrário da pista e, mais à frente, um ligeiro toque o no Aston Martins #777 e que fez com que o carro da xx perdesse o controlo e batesse no muro, que desfez a frente toda. Recebeu penalizações pesadas à conta desses incidentes e caiu bastantes posições. Contudo, ainda conseguiu terminar na quarta posição.

    GTE AM E AS LUTAS PELA LIDERANÇA

    Apesar de mudarem de nome em 2024, esta categoria dá o melhor de si em todas as corridas. O centro das atenções trocada entre o lugar onde de encontrava o Corvette #33 e os líderes da classe, que foram variando. No final, a luta focou-se entre o Dempsey #77, GR #86 e o próprio #33. Menção ainda para as Iron Dames #85 que conseguiram a pole para a corrida, mas não fizeram mais que um quinto lugar.

    UMA ESTREIA QUE DEIXOU A DESEJAR

    Como já foi referido, há um ano a Peugeot estreava os seus carros em Monza, e hoje foi a vez do Porsche #99 da Proton Competition fazer a sua. Estava a fazer um ótimo caminho, inclusivamente liderou a prova, mas acabaria por se retirar depois de uma falha no sistema de embraiagem.

    LMP2 A SEREM LMP2

    Foi calma a corrida dos LMP2, mas mesmo assim, não deixou de haver incidentes dentro da mesma. Neste caso, tivemos o Vector #10, que começou muito bem a corrida, a ver a mesma ser terminada mais cedo depois de um toque com o PREMA #9. Foram duas horas em que a equipa ainda teve em boas posições, mas infelizmente acabou por se retirar. Mais para a frente, um incidente entre o United Autosport #22 e o Richard Mille AF Corse #83, que com um toque entre ambos, fez com que fizessem um semi peão em sintonia. Também houve oportunidade para o JOTA #28 “matar saudades” do seu irmão, o JOTA #38, depois do mesmo ter alguns problemas e se encontrarem em pista.

    A próxima corrida será dia 08 de setembro em Fuji, no Japão.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Roger Schmidt: «Eles não criaram chances»

    Roger Schmidt já reagiu ao desafio entre o Benfica...

    Florentino Luís: «Não tivemos o futebol dos últimos jogos»

    Florentino Luís já reagiu ao desafio entre o Benfica...

    Conference League: eis os resultados desta quinta-feira

    A Liga Conferência já não tem treinadores portugueses com...
    Ana Catarina Ventura
    Ana Catarina Venturahttp://www.bolanarede.pt
    Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.