Portland E-Prix: “Another One”. Cassidy volta a vencer em solo americano

    modalidades cabeçalho

    Nick Cassidy (Envision) regressou às vitórias depois de vencer a corrida de estreia em Portland. Foi seguido por Jake Dennis (Andretti) e António Félix da Costa (Porsche), que lutaram até à última oportunidade de ultrapassagem da corrida. Foi uma corrida intensa e cheia de ultrapassagens (403 para ser precisa), então deixamos aqui a nossa lista de vencedores e perdedores. Jake Dennis é agora líder do campeonato, um ponto a mais que Cassidy.

    VENCEDORES

    Nick Cassidy (Envision)

    Começou de décimo e, com a corrida a ser atribulada nas posições, Cassidy chegou rapidamente ao TOP5 e ao pódio. Esteve em luta com os outros dois pilotos do pódio, mais Norman Nato (Nissan), com quem esteve em luta logo desde início. Tal como nas últimas corridas, o líder teria de ceder a sua posição de maneira a conseguir regenerar energia e regressar ao primeiro lugar, e foi exatamente isso que o piloto neozelandês fez, ao ceder a liderança ao português e depois recuperá-la.

    António Félix da Costa (Porsche)

    Foi o terceiro pódio para o português, estando mesmo a lutar pela liderança em certo momento da corrida. Uma ótima estratégia que o fez ganhar quatro posições num circuito que garantiu muita ação ao longo das 32 voltas. Foi das poucas corridas, até ao momento, em que tudo correu de forma limpa para o piloto de Cascais, que tem vindo a sofrer nesta temporada. Um ótimo resultado.

    Mitch Evans (Jaguar)

    O homem da corrida. E o espetáculo que este piloto consegue dar. De 20º para quarto lugar, ainda tentou lutar pelo pódio e inclusivamente, com uma não tão boa gestão do Attack Mode, caiu para nono, mas rapidamente subiu para a sua posição final.

    PERDEDORES

    Sacha Fenestraz (Nissan):

    Foi muito azar para o piloto que começou na segunda posição e vinha a mostrar bons resultado, tal como Norman Nato. Infelizmente, teve um toque com o seu colega de equipa que lhe danificou a asa dianteira e teve de entrar nas boxs para trocar para uma nova. Acabou na 16ª posição, mas fica a recordação de uma pista em que podia marcar um bom resultado.

    Pilotos da McLaren:

    A corrida, tanto para René Rast como para Jake Hughes, foi menos prazerosa do que se esperava. A começar dentro do TOP10, acabaram por ir descendo nas posições graças ao Attack Mode e lutas que os McLaren não estavama conseguir vencer. Terminaram em 14º e 18º, respetivamente. Foi uma corrida pouco positiva para a equipa papaya.

    Sam Bird (Jaguar):

    Não tem estado no seu melhor momento, Sam Bird. Desde os dois incidentes com o próprio colega de equipa, e que claramente foi sem propósito, o piloto britânico não tem conseguido ser o mesmo em pista. Embora tenha terminado dentro do TOP10, uma penalização de cinco segundos fez com que descesse até à 17ª posição, deixando a sua equipa, mais uma vez, com os pontos de Evans.

    Edoardo Mortara (Maserati):

    Foi um final de corrida estranho para o piloto suíço que, em conjunto com o seu colega de equipa, andaram a rondar o TOP 5 e, inclusivamente, o pódio a certa altura da corrida. Mortara acabou por não terminar a corrida depois de entrar nas boxs à volta 31, sem justificação aparente (até ao momento deste artigo). Seriam bons pontos para a Maserati que, em Jakarta, demonstrou ter melhorado bastante desde o início do ano.

    A próxima corrida será em Itália, no dia 15 de julho

    - Advertisement -

    Subscreve!

    PUB

    spot_img

    Artigos Populares

    Borussia Dortmund não desiste de destaque da Bundesliga

    O Borussia Dortmund continua muito interessado em assegurar a...

    Rui Alves reeleito presidente do Nacional

    Os sócios do Nacional foram às urnas e reelegeram...

    Jorge Jesus prepara ataque a Rafael Leão

    O Al Hilal, treinado por Jorge Jesus, prepara uma...

    Bayern Munique de olho em craque da Juventus

    O Bayern Munique está interessado em assegurar a contratação...

    Eis os onzes prováveis da estreia de Portugal no Euro 2024

    Portugal defronta a Chéquia no primeiro jogo da equipa...
    Ana Catarina Ventura
    Ana Catarina Venturahttp://www.bolanarede.pt
    Esta é a Ana Catarina. Apaixonou-se pela Fórmula 1 com 14 anos e a partir desse momento, descobriu o mundo do desporto motorizado. Graças a isso, seguiu o caminho do jornalismo até se licenciar em Jornalismo e Comunicação, na capital do Alto Alentejo.