cab desportos motorizados

O campeonato de carros de turismo da Alemanha ou, como todos nós o conhecemos, DTM terminou no passado fim-de-semana e António Félix da Costa é o único português na competição.

No seu segundo ano no campeonato alemão, o formiga – como é conhecido – melhorou em muito a sua prestação. Desde logo porque obteve a sua primeira vitória, em Zandvoort, e conseguiu ainda mais dois pódios durante a temporada, enquanto no ano passado a melhor classificação foi um oitavo lugar. Outro facto importante é o de a sua BMW ter ganho o campeonato de construtores. A classificação final do português na competição também, como é fácil de perceber, foi melhor. O cascalense terminou a temporada no 11º lugar a quatro pontos do TOP10.

A competitividade desta competição pode ser demonstrada pelo facto de nas 18 corridas terem existido 13 vencedores diferentes. O alemão Pascal Wehrlein, de apenas 21 anos, foi o campeão, na sua terceira temporada no DTM. Curiosamente o campeão apenas venceu duas corridas durante a temporada. Este foi o regresso da Mercedes aos títulos de campeão por pilotos; o último título tinha sido em 2010 com Paul di Resta.

Que esta imagem se repita muitas mais vezes
Que esta imagem se repita muitas mais vezes

A competição, que já esteve em Portugal em 2004, pode estar de regresso ao nosso país, mas ainda não se sabe qual o circuito escolhido. O regresso ao Estoril é uma das hipóteses, mas o Porto também está na equação e pelo que é dado a entender com mais força do que o circuito da zona de Lisboa.

Facto é que as principais provas do desporto automóvel mundiais estão cada vez mais viradas para Portugal. Com este possível regresso ficaríamos com os DTM, WTCC, WRC, ERC, Le Mans Series, GT Open e Blancpain Sprint Series, entre outros. Tendo em conta que com a F1 só ficaríamos mesmo nos melhores sonhos, podemos dizer que temos as principais competições automobilísticas mundiais em Portugal. Se recuperássemos o MOTO GP, juntando-o assim ao Mundial de Superbike, poderíamos dizer que tínhamos realmente a elite, e sinceramente não me parece de todo impossível recuperar a competição para o nosso país.

Vamos ter de esperar ainda até ao final de Novembro para termos a confirmação da vinda do DTM para Portugal e do sítio onde será. Mas de que era uma boa aquisição para o desporto motorizado português não restam dúvidas. O formiga agradecia!

 

Imagens retiradas do facebook oficial do piloto

Comentários