logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

ATP 250 Estoril Open 2022 #2: Um misto de surpresas e desilusões

RONDA 1

Após as rondas de qualificação durante o fim-de-semana, o dia 25 de abril marcou o início da primeira ronda da quadra principal do Estoril Open. Num cartaz que prometia muito (na minha opinião, o melhor dos últimos anos) com diversas caras conhecidas como Dominic Thiem (antigo número três mundial) ou Felix Auger-Aliassime (um dos mais promissores tenistas da atualidade e número nove mundial), a verdade é que logo na primeira ronda vimos alguns desses nomes a ficarem pelo caminho.

Nesta primeira ronda, os principais cabeças de série tiveram direito a folga uma vez que estavam automaticamente apurados para a próxima fase.

PORTUGUESES: HERÓIS LUSITANOS NOS EXTREMOS

Portugal teve dois representantes nesta fase do torneio: João Sousa (antigo vencedor do Estoril Open) e Nuno Borges.

O grande destaque português na primeira ronda foi para Nuno Borges (atual número dois do ranking português). O tenista português, qualificou-se para a segunda ronda do torneio após a desistência do espanhol Pablo Andujar, quando este já perdia por 6-4 e 3-0. Após uma entrada algo nervosa do tenista português, com este a sofrer o primeiro break do encontro no seu terceiro jogo de serviço, logo mostrou que estava ali para ganhar e, após ter estado a perder por 4-2, ganhou o seu jogo de serviço e logo a seguir conseguiu fazer o break deixando tudo em igualdade (4-4). Voltou a ganhar o seu jogo de serviço e voltou também a quebrar o serviço do espanhol Andujar, garantindo o primeiro Set do encontro pelo parcial de 6-4. No segundo set, o tenista português não deu qualquer hipótese fazendo rapidamente o 0-3. O jogo viria a acabar nesse momento com a desistência do tenista espanhol Pablo Andujar.

Se por um lado a prestação de Nuno Borges tinha deixado água na boca, a de João Sousa viria a ser um pesadelo. O tenista vimaranense parecia ter tudo para estar a um nível alto durante o torneio decorrido no Clube de Ténis do Estoril mas acabou por ficar logo de fora na primeira ronda depois de ser batido pelo argentino Sebastian Baez pelos parciais de 1-6 e 3-6. Num jogo onde João Sousa nunca conseguiu impor o seu ténis, o jovem argentino acabou por se mostrar muito superior, não dando qualquer hipótese, quer no primeiro, quer no segundo set. No primeiro Set, acabou por ganhar todos os seus jogos de serviço e ainda quebrar por três vezes o jogo de serviço do tenista português. No segundo Set, a história foi igual com o argentino a quebrar logo o primeiro jogo de serviço do tenista português conseguindo entrar no segundo Set com uma vantagem de 0-3. A partir daí foi um jogo de serviços onde mais nenhum perdeu o seu jogo de serviço com o segundo set a acabar com o resultado de 3-6.

OS OUTROS JOGOS: THIEM, FALTA DE SORTE OU DE RITMO?

Uma das surpresas da primeira ronda estava guardada para uma das caras mais conhecidas presentes no Clube de Ténis do Estoril. O austríaco Dominic Thiem, ainda com muito pouco ritmo, não conseguiu levar a sua avante perante o francês Bonzi. Contudo já deu para ver alguns apontamentos do tenista austríaco que o fazem sonhar com a boa forma apresentada outrora.

Num primeiro set bem disputado e equilibrado, a balança acabou por pender para o lado do francês com este a conseguir quebrar o serviço de Thiem no seu terceiro jogo de serviço, marcando o 6-3 no primeiro set. No segundo set, o equilíbrio ainda ficou mais acentuado e a intensidade fez-se sentir, sem qualquer quebra de serviço, vimos o jogo a ser decidido num longo tie-break com o francês a conseguir, novamente, levar a melhor sobre o austríaco, ganhando por 11-9, fechando assim o jogo com os parciais de 6-3 e 7-6.

RESULTADOS DA RONDA 1

Soonwoo Kwon 2-0 Benoit Paire

Pablo Andujar 0-1 Nuno Borges

Dusan Lajovic 1-2 Francis Tiafoe

Federico Coria 0-2 Bernabe Zapata Miralles

Pablo Cuevas 2-1 Roberto Carballes Baena

Lloyd George Harris 0-2 Carlos Taberner

Tommy Paul 0-2 Richard Gasquet

Jiri Vesely 0-2 Hugo Dellien

João Sousa 0-2 Sebastian Baez

Albert Ramos 2-1 Jordan Thompson

Benjamin Bonzi 2-0 Dominic Thiem

Pierre-Hugues Herbert 0-2 Sebastian Korda

Duas são as paixões que definem o Duarte: A Comunicação e o Desporto. Desde muito novo aprendeu a amar o desporto, muito por culpa dos intervenientes que o compõem. Cresceu a apreciar a mestria de Guardiola, a valentia de Rossi e a habilidade de Hamilton, poder escrever sobre estes é algo com que sempre sonhou.

Duas são as paixões que definem o Duarte: A Comunicação e o Desporto. Desde muito novo aprendeu a amar o desporto, muito por culpa dos intervenientes que o compõem. Cresceu a apreciar a mestria de Guardiola, a valentia de Rossi e a habilidade de Hamilton, poder escrever sobre estes é algo com que sempre sonhou.

[my_elementor_post_nav_output]

FC PORTO vs CD TONDELA