Anterior1 de 5Próximo

Estamos no início do ano e o Sport Lisboa e Benfica arranca este Mercado de Inverno com a exigência de ter um plantel competitivo em todos os sectores, de modo a poder ambicionar associar o caminho para o título ao sucesso europeu na Liga Europa. A preencher o calendário encarnado, surge também um possível extra de três jogos para a Taça de Portugal (contra equipas da Primeira Liga) antes da final no Jamor. Assim, a qualidade das segundas linhas é crucial para se disputar com sucesso estas três competições.

Bruno Lage já várias vezes afirmou a vontade de ter um plantel mais curto – a rondar os 20 jogadores. Com esta ideia, a estratégia do treinador passará por ter um grupo de trabalho mais competitivo, mais coeso e mais fácil de gerir emocionalmente. Um plantel curto também se entrosa na estratégia pública do clube de aposta na formação, pois só assim se abrirá espaço à promoção de jogadores dos Juniores, dos sub-23 e da equipa B.

A 1 de Janeiro de 2020, o plantel do Sport Lisboa e Benfica contava com 28 + dois jogadores, portanto 30 jogadores caso incluíssemos David Tavares e Morato.

Anterior1 de 5Próximo

Comentários