– A atualidade do SL Benfica pelos olhos de José Soares –

“Nem nos meus piores sonhos eu pensava que o Benfica ia perder o campeonato este ano”

BnR: Como és um grande adepto do Benfica, como olhas para a atualidade encarnada com a saída de Lage e o regresso de Jorge Jesus?

JS: Como deves calcular, não muito feliz. Nem nos meus piores sonhos eu pensava que o Benfica ia perder o campeonato este ano. Como terminou a época no ano passado, esta tinha de ser avassaladora na minha opinião, ou taco-a-taco com o FC Porto até ao fim… O Benfica ainda fez uma primeira volta boa, mas nunca convenceu as pessoas, é o que eu acho. Podem dizer que teve sete ou oito pontos à frente do FC Porto, mas não era convincente, víamos as exibições e, se o Benfica começasse a perder, tinha grandes dificuldades de dar a volta, porque sempre ganhou pelo talento e, no futebol de hoje em dia, se ganhas pelo talento vais ter dificuldades. Se sofres muitos golos mas ganhas os jogos, vais ter muitas dificuldades porque as equipas fazem-se a partir de trás. Não sou muito adepto do estilo «ah ganhámos por 5-4 ou 4-3», sofres muitos golos e no dia em que não marcares? Será que consegues defender bem e não sofrer três? Eu prefiro o 2-0, o 3-1, sofrer poucos golos sempre, porque isso dá uma solidez defensiva e quando se ganha 4-3 ou 5-4 é bom para o espetáculo, mas para a equipa não é bom porque sofres muitos golos e, no dia em que não consigas fazer os quatro ou cinco golos, não ganhas o jogo. Eu via o Benfica a marcar e a ganhar mas não via consistência suficiente para as pessoas não ficarem preocupadas e, infelizmente, foi o que aconteceu.

BnR: Tu que estiveste lá dentro, achas que a culpa é só do treinador ou também do plantel?

JS: Não acredito que seja só culpa do treinador, é culpa de todos. O treinador é o líder, mas há mais 20 jogadores experientes que sabem perfeitamente o que têm de fazer. Se as coisas estão a correr mal, não pode ser só culpa de um treinador que, ainda por cima, não joga. Os jogadores eram os mesmos, a equipa era a mesma, por isso não acredito que seja só do treinador. Os jogadores têm culpa também.

Anúncio Publicitário

BnR: Acreditas que os jogadores tenham «feito a folha» ao Bruno Lage?

JS: Não, não acredito. Acho que é mais desmotivação, não sei porquê, mas acho que é desmotivação, não estar bem psicologicamente, que outra coisa. Agora, não acredito que os jogadores tenham-lhe feito a folha. Isso não.

José Soares é um adepto assumido do SL Benfica e garante que «nem nos piores sonhos» acreditava que os encarnados não seriam campeões esta época
Fonte: Instagram José Soares

BnR: E como vês o regresso de Jorge Jesus?

JS: Digo que não se deve voltar ao lugar onde foste feliz, mas no futebol tudo é possível. Na minha opinião, ele quando esteve no Benfica fez um enorme trabalho, foi dos melhores treinadores do SL Benfica porque sabe muito de futebol, os jogadores com ele vão correr muito, vão dar tudo sempre porque ele é muito chato. Às vezes até faz coisas que os jogadores não gostam, mas eles dão tudo quando têm treinadores que puxam por eles como ele faz. Teve sucesso no Benfica – para mim, fez coisas extraordinárias – agora, se é o momento ideal para ele voltar, não sei… Mas acho que os grandes treinadores são sempre bem-vindos às grandes equipas e o Benfica, que não tem treinador, só o Veríssimo que está a ocupar as funções, precisa de um grande treinador. Seja Jorge Jesus ou outro qualquer.

BnR: Achas que será o fim de linha para o projeto de Luís Filipe Vieira? É que ele está praticamente a voltar atrás…

JS: Num clube com a grandeza do Benfica estamos sempre a prazo e o presidente também. Os sócios estão descontentes pelo que se tem passado, pelo que se passou esta época, as eleições são em outubro… Não sei. Não sei quais são as alternativas também. Ele tem feito um bom trabalho, mas as coisas passam e o futebol é o presente. Os sócios do Benfica são muito exigentes e eles não querem saber se fez o estádio, se fez o Seixal… Querem é saber do presente. Este ano foi muito mau, muita confusão, o Benfica está muitas vezes em tribunal, é falado mal na imprensa por coisas judiciais, o que leva os sócios a pensar em muita coisa.

BnR: Como olhas para esta situação, já que ele foi teu presidente no Alverca?

JS: Ele é um excelente presidente, eu tenho uma boa relação com ele, mas o Benfica está muitas vezes em tribunal. Eu também não gosto disso. Algo vai ter de mudar porque o clube está sempre a ser enxovalhado na praça pública com pessoas arguidas, o clube a fazer parte de processos por coisas más. Isso não é benéfico e alguém tem de fazer alguma coisa.

José Soares com a equipa do SL Benfica, numa digressão aos EUA
Fonte: Instagram José Soares

BnR: E achas que vai ser Jorge Jesus a conseguir essa mudança? É que parece que vai ser ele a tomar as rédeas de tudo…

JS: Eu penso que sim. Ele também já tinha feito um bom trabalho no clube e agora vem moralizado pelo que fez no Flamengo e, de certeza, que vai ter grandes poderes. Os grandes treinadores têm sempre grandes poderes nos clubes e ele não vai fugir à regra, vai pôr em prática as suas ideias e o que será o melhor para o clube e fazer um excelente trabalho… E espero bem que o faça, porque este ano as coisas correram muito mal. Mas ainda há uma Taça de Portugal para ganhar e isso é muito importante.

BnR: Que motivação os jogadores vão ter para jogar essa final? É que parece que já estão a pensar no próximo ano…

JS: Mas têm de ter. O que tu disseste é verdade, ainda hoje estava a pensar nisso, mas quando vestes aquela camisola tens de ter… A pressão é diária e só o facto de haver mais um jogo e representares aquele clube tens de saber que a época ainda não terminou.

BnR: Achas que o Veríssimo, que jogou contigo, consegue mantê-los em ordem?

JS: Eu acho que sim. Foi adjunto do Lage por algum motivo. Ele é benfiquista, foi jogador da casa muitos anos portanto, até ao final da época, ele dará tudo. Mais que ninguém, porque foi profissional de futebol, ele sabe o que os jogadores precisam neste momento e tem de se preparar bem para honrar aquela camisola com muita dignidade.

Todas as fotografias usadas nesta entrevista foram retiradas do Facebook do entrevistado de forma consentida

1
2
3
4
5
Artigo anteriorO desabafo de um dos melhores adeptos do mundo
Próximo artigoO fenómeno Miguel Maia
Flaviense de gema e apaixonado pelo Desportivo de Chaves - porque tem de se apoiar o clube da terra - o João é licenciado em Comunicação e Jornalismo na Universidade Lusófona e procura entrar na imprensa desportiva nacional para fazer o que todos deviam fazer: jornalismo sério, sem rodeios nem complôs, para os adeptos do futebol desfrutarem do melhor do desporto-rei.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.