Anterior1 de 2Próximo

sl benfica cabeçalho 1

Esta semana venho com uma e uma só intenção: ajudar o Benfica. Sim, numa altura em que o clube não atravessa uma boa fase e as exibições da equipa são inconstantes é meu dever, como benfiquista dedicado, colocar-me ao serviço do clube. Não, não iriei falar da situação legal, mas sim daquilo que me parecem ser os reforços necessários para a próxima temporada.

Tendo em conta a atual política do clube (receber muito, não ter a certeza de quanto é que foi recebido devido aos negócios com agentes e gastar pouco) encontrei umas quantas soluções dentro do nosso mercado que me parecem ser de mais-valia para o Benfica.

Comecemos pela baliza. Charles. Guarda-redes do Marítimo que está a realizar uma excelente época ao serviço dos insulares. É verdade que Bruno Varela está a melhorar e que Svilar é um miúdo com futuro, mas não chega. É preciso alguém que transmita segurança e dê uns ares de Ederson. Charles tem isso. Calma, isto não é nenhuma barbaridade. O brasileiro é provavelmente dos guardiões com mais eficácia esta temporada. A cumprir a terceira temporada no nosso campeonato, Charles tem escola no Cruzeiro e no Vasco antes de chegar à Madeira. Dada a capacidade financeira, existente ou inexistente, do Benfica, acredito que por um bom preço possa ser adquirido.

Para a defesa prevejo que sejam necessários dois reforços, um central e um lateral-esquerdo. Para o lado esquerdo Diego Carlos. Este brasileiro foi para França representar o Nantes depois de uma época de estreia o serviço de Sérgio Conceição onde realizou 42 jogos.

Diego Carlos poderá ser uma boa solução para o lado Fonte: FC Nantes
Diego Carlos poderá ser uma boa solução para o lado esquerdo da defensiva encarnada
Fonte: FC Nantes

Esta temporada com Rainieri no comando técnico soma 22 partidas e 2 golos. É regular, consistente e uma das peças daquela que vai sendo uma das revelações na Ligue 1. Também com formação carioca, Diego Carlos tem como ponto a seu favor o facto de conhecer o nosso campeonato. Dada a profundidade e boa capacidade de recuperação, é bom no capítulo defensivo e ofensivo. Não é Grimaldo, mas pode vir a ser.

Zona central é sinónima de Raúl Silva, central que esta temporada tem estado ao serviço de Abel Ferreira no SC Braga. Antes que o digam, não, não estou a formar uma espécie de linha C da selecção brasileira. A verdade é que Raúl Silva, com 28 anos, é perfeito para um Benfica que procura ter uma dupla ao nível de Luisão e David Luiz. Até ver já conta com 7 golos feitos esta temporada, logo, é o clássico central com veia goleadora. Com o crescimento que Rúben Dias tem tido, uma parceria com este brasileiro seria benéfica para o Benfica. Agora, ao contrário de anteriores negócios com o Braga, este não pode custar 15 milhões e ficar no banco.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários

Artigo anteriorUm guia para a trade deadline
Próximo artigoOs 10 melhores sul-americanos que passaram pelo FC Porto
João Valente é um apaixonado pela arte do futebol. Nascido e criado durante boa parte do tempo em Lisboa, começou a seguir este desporto com uns tenros quatro anos e, desde então, tem sido um namoro interminável. É benfiquista de gema – mas não um que só vê Benfica à frente! É alguém que sabe ser justo quer o Benfica ganhe ou perca e que está cá para salientar os porquês, na sua opinião, dos resultados. Como adepto de futebol que é não segue só a atualidade do futebol português; faz questão também de acompanhar a par e passo o que de mais importante acontece nos principais campeonatos. A conjugar com o seu interesse pelo futebol, e pela malha, desporto que descobriu porque o seu avô era campeão lá na rua, veio a escrita, forma que encontra de expor os seus pensamentos na esperança de um dia se tornar num grande jornalista de desporto, algo que dificilmente acontecerá mas, tudo bem, ele um dia há-de perceber isso.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.