No regresso aos treinos após a (primeira?) fase crítica da pandemia, o SL Benfica anunciou a subida ao plantel principal de um “grupo de elite” de oito jovens dos escalões de formação: o guarda-redes Leo Kokubo, o defesa-direito João Ferreira, o central Morato, os médios Rafael Brito, Paulo Bernardo e Tiago Dantas, o ala/extremo esquerdo Tiago Araújo e o médio-ofensivo/avançado Gonçalo Ramos.

Apesar de a primeira convocatória pós-pandemia não haver refletido essa subida ao principal plantel dos referidos futebolistas, é expectável (sobretudo depois do empate e da exibição frente ao CD Tondela) que alguns destes jovens formandos dos encarnados sejam aposta nesta reta final.

No presente artigo, trazemos o elenco hierarquizado dos três jovens com maior probabilidade de somarem minutos, tendo em conta a qualidade e a maturidade dos próprios e as lacunas do plantel. Vamos a isso!

1
2
3
4
Artigo anteriorAs 5 melhores duplas de centrais de sempre
Próximo artigo5 jogos nos quais Iván Marcano marcou e foi decisivo para o FC Porto
O desporto bem praticado fascina-o, o jornalismo bem feito extasia-o. É apaixonado (ou doente, se quiserem, é quase igual – um apaixonado apenas comete mais loucuras) pelo SL Benfica e por tudo o que envolve o clube: modalidades, futebol de formação, futebol sénior. Por ser fascinado por desporto bem praticado, segue com especial atenção a NBA, a Premier League, os majors de Snooker, os Grand Slams de ténis, o campeonato espanhol de futsal e diversas competições europeias e mundiais de futebol e futsal. Quando está aborrecido, vê qualquer desporto. Quando está mesmo, mesmo aborrecido, pratica desporto. Sozinho. E perde.                                                                                                                                                 O Márcio escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.