Anterior1 de 6Próximo

O Mundial Feminino de futebol ainda só vai na sua oitava edição, tendo começado em 1991. Em quase três décadas, muito mudou na forma como se vê as mulheres no desporto-rei. Embora uma rápida pesquisa nas caixas de comentários das redes sociais traga à luz alguns preconceitos que ainda há contra a prática feminina do futebol, o Mundial é sempre a melhor hipótese para se demonstrar que não é só o cromossoma Y que está dotado de talento.

Agora que a fase de grupos terminou e estão apuradas as 16 equipas que vão disputar os oitavos de final, fazemos uma retrospetiva para analisar algumas das principais histórias que – dentro e fora de campo – marcaram, para já, este Mundial Feminino de Futebol de 2019.

Do Reggae Jamaicano às polémicas quanto à igualdade de géneros, muito há a dizer do torneio que está a decorrer em França, com final marcada para 7 de julho.

Anterior1 de 6Próximo

Comentários