Anterior1 de 2

Este não vai ser um artigo para falar mal de Malang Sarr, jovem defesa central que chegou ao dragão no final do mercado de verão passado proveniente do Chelsea FC, mas também não vai ser constituído apenas por elogios. Nos últimos tempos, temos visto uma crescente afirmação do central francês de 21 anos na equipa portista, o que é também uma consequência natural da ausência de Pepe.

Antes da lesão do capitão de equipa, Malang Sarr era uma aposta para o banco de suplentes e entrava em situações complicadas para segurar o resultado ou trancar o corredor esquerdo da equipa. Era titular mais para formar um sistema de três centrais, que, na minha opinião, é o sistema tático que mais exponencia as características do internacional sub-21 francês, como se viu nos dois jogos frente ao Manchester City FC.

Pepe lesionou-se e soaram os alarmes no dragão. Um “jovem” de 38 anos mostrou assim que continua a ser o líder da defensiva azul e branca e a falta que faz é inacreditável. Algo que torna esta ausência de Pepe ainda mais preocupante é o momento de forma que o central internacional português atravessava e a inconsistência defensiva mostrada pelo FC Porto esta época e que assim precisava de um líder com a experiência suficiente de anos anteriores.

Zaidu entrou este ano para o lugar de Alex Telles, sendo que Mbemba e Manafá não têm a capacidade suficiente para manter uma linha sólida à imagem do que o FC Porto precisa. Malang Sarr, apenas com 21 anos, acabou por cair no meio desta defesa com fragilidades mais que reconhecidas.

Anúncio Publicitário

Antes de fazermos uma análise aos últimos desempenhos deste jovem jogador, é preciso recordar que não se trata de um mero defesa central sem qualquer tipo de pergaminhos. Malang Sarr é uma jovem promessa dos quadros do OGC Nice que é visto como um futuro para a seleção francesa. A prova disso é que atualmente pertence ao Chelsea FC, que o emprestou ao FC Porto para poder regressar pela porta grande a Stamford Bridge.

Sarr é um internacional pelos escalões de formação da seleção francesa e já realizou 129 jogos enquanto sénior, apesar da sua tenra idade. Não é um central goleador, mas o facto de ser um central de pé esquerdo, muito veloz e bom a construir é algo a ter muito em conta para aquilo que pode oferecer a uma equipa. Vê-se pela cara e pelas suas movimentações e energia que é um jovem autêntico. Traz uma lufada de juventude à equipa do FC Porto, mas essa juventude ainda traz alguma inconsistência exibicional em alguém de que, naturalmente, se espera muito.

Com apenas 1 metro e 82 centímetros, o que não é comum num central, Sarr não deixa de ser bom no jogo aéreo. Para além disso, permite que as equipas joguem com a defesa subida, um apanágio do futebol moderno. Daqui partimos para uma análise ao rendimento do central francês de dragão ao peito.

Anterior1 de 2

Artigo anteriorAtletismo | Os melhores do ano: Quais as escolhas da World Athletics?
Próximo artigoOlheiro BnR: Rúben Freitas
O João estuda jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. A sua grande paixão é sem dúvida o jornalismo desportivo, sendo que para ele tudo o que seja um bom jogo de futebol é bem-vindo. Pode-se dizer que esta sua paixão surgiu desde que começou a perceber que o mundo do futebol é muito mais que uma bola a passear na relva. Apesar de estar distante do clube do seu coração, procura ao máximo não perder nenhuma novidade da cidade invicta e do futebol em geral.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

6 COMENTÁRIOS

  1. Youre so cool! I dont suppose Ive read anything like this just before. So nice to get somebody with original ideas on this subject. realy thanks for starting this up. this amazing site is one thing that is needed on the internet, a person with a little originality. helpful project for bringing something totally new to your world wide web! Andrea Rawding

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome