4.

O guardião argentino apresentou-se a grande nível frente aos gregos, sendo que conseguiu manter a dragões inviolável durante os 90 minutos.
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Mbemba – Outro dos principais destaques da noite gélida de terça-feira foi o defesa congolês, que limpou tudo o que havia para limpar e assim manteve a “tempestade” fora da área do FC Porto. É impressionante a maneira como Mbemba conseguiu consolidar um lugar no onze portista, aproveitando da melhor forma a lesão de Marcano e fazendo jus ao tão popular ditado, “o azar de uns é a sorte de outros”, que retrata perfeitamente esta situação. Além disso, o central dragão acrescenta aos seus atributos defensivos uma saída de bola com qualidade, o que permite que a equipa possa construir a partir de trás, o que num conjunto grande é quase um requisito obrigatório.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome