2.

Fonte: FC Nurnberg

Matheus Pereira- O irreverente extremo viveu uma situação semelhante à de Geraldes e um desentendimento com Peseiro, já com a época a decorrer, levou a um extremar de posições tal que acabou cedido ao FC Nurnberg, equipa recém-promovida à Bundesliga. Integra agora uma equipa com objetivos completamente diferentes dos do Sporting CP e num contexto mais difícil para explorar os seus melhores atributos. Lá Matheus Pereira ainda só somou 110 minutos de competição, sendo titular duas vezes mas acabando sempre por ser substituído. O talentoso extremo de 22 anos ainda procura adaptar-se ao futebol germânico para poder oferecer a sua melhor versão.

Observando agora o que tem sido a preponderância dos extremos leoninos vemos que Nani e Raphinha têm dado bem conta do recado e quando é preciso agitar o jogo, Jovane Cabral tem sido decisivo. Ainda assim, parece óbvio que o irrequieto extremo made in Alcochete tinha tudo para integrar o plantel e ser mais uma unidade capaz de desequilibrar na frente de ataque e decidir jogos com a sua imprevisibilidade inata e o seu fantástico pé esquerdo. A tudo isto, quem são os maiores prejudicados? O próprio Matheus Pereira e o Sporting CP, pois claro.