9.

Fonte: Championship Manager 2
Fonte: Championship Manager 2

Paulo Alves (Sporting CP) – No jogo, era uma chamada constante à Seleção Nacional, onde costumava fazer dupla com Domingos Paciência naquela que era uma dupla de ataque de luxo.

No Sporting, jogava ao lado de Sá Pinto (ou era servido por ele, caso este atuasse sobre o lado esquerdo do ataque) e era sempre candidato a terminar a época com o título de melhor marcador, ainda que tivesse uma dupla de peso, do FC Porto, a concorrer com ele,

Os atributos “mentais” era determinantes (visíveis nos “20” dados à Influência e à Determinação) para os excelentes desempenhos de Paulo Alves, que aliava aos golos (a que também não serão alheios o “18” no cabeceamento e o “17” no remate) uma boa classificação média.