8.

Os jogadores da Académica entraram em campo com a capa aos ombros
Fonte: Académica OAF

A “crise estudantil” de 1969 e a final da Taça: Um perfeito exemplo de que por vezes o Desporto e a Política se podem cruzar. O cenário é o Estádio Nacional e os protagonistas são a Académica OAF e o SL Benfica. Com a ditadura do Estado Novo a imperar sobre o nosso país, a final da ‘Prova Rainha’ de 1969 foi a mais politizada de todas as que se disputaram até agora. A crise estudantil estava ao rubro, a Académica estava ao lado dos estudantes de Coimbra e aproveitou o jogo para dar visibilidade às suas reivindicações. O topo sul do Estádio Nacional foi um autêntico “comício contra o regime” com os estudantes a mostrarem cartazes onde se podia ler “Universidade livre”, “Melhor ensino, menos polícias” ou “Ensino para todos”. Devido ao enorme clima de crispação, a final desse ano não teve transmissão televisiva e nem o Presidente da República, nem o Ministro da Educação marcaram presença no Jamor.