4.

Atualmente ao serviço do Boavista FC, Mateus foi o protagonista de um caso que demorou anos até ser resolvido
Fonte: Boavista FC

Caso Mateus e a Reintegração gilista: Um dos casos mais mediáticos da história recente do futebol português. O “ator principal” é Mateus Galiano, jogador angolano que, em janeiro de 2006, se transferia do Lixa para o Gil Vicente FC e cumpria o sonho de jogar na Primeira Liga aos 21 anos. Contudo, a transferência do atleta seria o início de uma longa história que durou dez anos, envolvendo Federação, Liga, CF “Os Belenenses”, Leixões SC e até a FIFA que foi chamada para tentar resolver esta situação. O longo processo só terminou em 2019 com a decisão da reintegração do Gil Vicente na principal divisão, e para isso muito contribuiu António Fiúsa, presidente do Gil, aquando do «Caso Mateus» e atual presidente honorário do clube, que lutou arduamente para que os “Galos de Barcelos” voltassem à Primeira Liga, algo que ocorreu em 2019/2020, após uma época em que o conjunto barcelense esteve a disputar o Campeonato de Portugal sem pontos atribuídos à equipa ou a qualquer adversário, por ordem da FPF.