Uma verdadeira constelação de estrelas irá marcar presença no primeiro meeting da Diamond League edição 2018. Doha, a capital do Qatar, que em 2019 irá receber os Mundiais, recebe aqui o primeiro meeting de uma temporada em que vencer as finais da Diamond League (finais de Agosto em Zurique e Bruxelas) dará qualificação direta para os Mundiais do ano que vem. Para estar nessas finais é preciso obter a qualificação primeiro e os pontos começam a ser somados desde o primeiro meeting.

Para quem anda menos atento, convém explicar o novo formato da competição, que se estreou no ano passado com sucesso imediato. A Diamond League tem agora 12 meetings que servem de qualificação para as finais. Durante esses 12 meetings, os atletas recebem pontos por cada posição, com oito pontos a serem atribuídos ao primeiro classificado de cada meeting e um ponto ao oitavo. Muito simples, sem demasiados rodeios, no final dos 12 meetings são escolhidos os oito atletas que mais pontuaram nos diferentes meetings e estes marcarão presença na final.

Por indisponibilidade de um dos apurados, a vaga ficará com o atleta melhor classificado a seguir, portanto o nono com mais pontos e assim sucessivamente. As finais, essas decorrerão em dois dias consecutivos no final de Agosto (30 e 31), em Zurique e Bruxelas. Metade das disciplinas terá a sua final na Suíça e a outra metade na Bélgica. Claro que isto levanta problemas de agenda e indisponibilidade de atletas que compitam em mais do que um evento, mas isso é assunto para outro dia e que a IAAF deve rever rapidamente.

Falando em prémios monetários, o vencedor de cada meeting recebe 10.000 USD pela vitória, sendo que o valor decresce conforme a classificação final. Ainda a somar existem os valores pagos pela participação no evento que normalmente não são conhecidos e negociados individualmente. Já na final da Diamond League, o vencedor recebe o “troféu diamante” e 50.000 USD, o 2º classificado 20.000 USD e o terceiro 10.000 USD.

O Troféu Diamante
Fonte: Diamond League

Em ano antes de Mundiais existe ainda um atrativo extra e que para alguns é o verdadeiro troféu: a vitória nas finais garante qualificação direta nesse evento para os Mundiais do ano seguinte!

Anúncio Publicitário

Este ano não existindo um evento global ao ar livre (Mundiais/Olímpicos), a competição será o ponto alto para muitos dos atletas de elite e os elencos já anunciados deixam antever 14 meetings de luxo!