Juniores (Masculino e Feminino)

O incansável Jakob Ingebrigtsen
Fonte: European Athletics

Na corrida júnior masculina, quase todas as atenções estarão centradas em Jakob Ingebrigtsen. O jovem prodígio norueguês não vira as costas a nenhuma luta e cá está ele em busca de mais um resultado que permita ainda mais elevar o seu estatuto de estrela. A última vez que um europeu terminou a prova de juniores no Top-10 foi há 25 (!) anos, mas Jakob já avisou que vai à Dinamarca para conquistar o título. Para tal terá que superar uma equipa queniana (favorita no coletivo) que trará atletas como Samuel Chebolei – o campeão júnior que disparou para ninguém mais o ver em Eldoret – ou Leonard Bett (campeão mundial dos 3.000 obstáculos em sub-18), outro dos potenciais candidatos. Os etíopes, com Tsegay Kidanu à cabeça, estarão com certeza na luta, embora também aqui pareçam um passo atrás do coletivo queniano.

No feminino, também há nomes conhecidos em prova. Beatrice Chebet (KEN) voou nos Nacionais Quenianos e já traz na bagagem aquele título mundial dos 5.000 nos Mundiais Juniores do ano passado.

A campeã mundial júnior nos 5.000 metros
Fonte: IAAF

Sarah Chelangat, do Uganda, e Girmawit Gebrzihair, da Etiópia, serão ameaças a considerar numa prova que contará com a campeã europeia, a italiana Nadia Battocletti.

1
2
3
4
5
6
7
Artigo anteriorForça da Tática: Curtas dos Balcãs
Próximo artigoConor McGregor: Reforma ou estratégia?
O Pedro é um amante de desporto em geral, passando muito do seu tempo observando desportos tão variados, como futebol, ténis, basquetebol ou desportos de combate. É no entanto no Atletismo que tem a sua paixão maior, muito devido ao facto de ser um desporto bastante simples na aparência, mas bastante complexo na busca pela perfeição, sendo que um milésimo de segundo ou um centimetro faz toda a diferença no final. É administador da página Planeta do Atletismo, que tem como principal objectivo dar a conhecer mais do Atletismo Mundial a todos os seus fãs de língua portuguesa e, principalmente, cativar mais adeptos para a modalidade.                                                                                                                                                 O Pedro escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.