Anterior1 de 7Próximo

Muita expectativa tem sido criada em relação ao Mundial de Crosse que se disputa neste sábado em Aarhus, na Dinamarca.

Estão confirmadas as presenças de grandes estrelas do Atletismo mundial, está prometido um percurso a fazer lembrar o Crosse “à antiga”, existirá uma corrida popular a decorrer ao mesmo tempo, mas tudo isso parece não ter convencido grande parte dos países europeus que levam comitivas bastante reduzidas – ou até inexistentes em alguns casos – para uma competição que se realiza em solo europeu.

Os africanos, como é habitual, marcarão presença em grande número e deverão limpar (quase) tudo.

Anterior1 de 7Próximo

Comentários